Sport bateu o River no Piauí e encaminhou avanço no Nordestão

ADAURY VELOSO;

O Sport não precisou jogar o seu melhor futebol do ano para vencer o River por 2 a 1, no Piauí, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. Um jogo de tempos distintos para o Sport, o time soube aproveitar as poucas oportunidades na etapa inicial com gols de Diego Souza e Durval. A etapa final trouxe um risco maior, com boas investidas do ataque piauiense, mas o Sport soube administrar a vantagem, mesmo sofrendo um gol perto do fim da partida. A vitória faz o time atingir a marca de dez pontos somados e encaminha a classificação para o mata-mata da competição. Situação fornece conforto suficiente para que o técnico Daniel Paulista mande o time ‘B’ para enfrentar o Náutico, no clássico pelo Pernambucano, na quarta-feira de cinzas.

O jogo

Na situação de mandante, o River tomou a iniciativa do jogo e foi dono do primeiro ataque, ainda no primeiro minuto de partida, mas esbarrou na clara deficiência de finalização vista ainda em outras duas oportunidades. O Sport soube se defender e conseguiu um pênalti em boa jogada de Rogério, aos 19 minutos. Diego Souza confirmou o bom aproveitamento em penalidades e deslocou bem o goleiro para abrir o placar, na primeira finalização do Leão na partida.

Sem conseguir reaproximação à meta de Magrão, o River limitou as ações ofensivas a chutes de longa distância. Nenhum deles levou perigo para Magrão. Na melhor chegada, Juninho Paraíba cobrou falta rasteira, mas o goleiro fez uma defesa segura. Diante disso, o Sport voltou a se lançar ao ataque. Aos 39, Leandro Pereira escorou de cabeça em uma bola de escanteio, o goleiro defendeu no susto e Diego Souza não aproveitou o rebote. O meia participaria do segundo gol em lance aos 44. O camisa 87 cruzou a bola na área e a zaga do River afastou no pés de Durval. Com a destreza de um atacante, o zagueiro – que completou 400 jogos pelo clube – marcou um belo gol. Vantagem fundamental garantida antes do intervalo.

VEJA A CLASSIFICAÇÃO DO NORDESTÃO


Segundo tempo

A etapa final iniciou assim como a primeira. Com o River fazendo pressão. A diferença é que os chutes voltaram mais calibrados e obrigaram Magrão a trabalhar bem desde o começo mas, ainda assim, ineficientes. Mesmo pressionado, o Sport ainda era mais perigo nas jogadas ofensivas. Entretanto, também não soube aproveitar as oportunidades que teve.

O panorama da partida seguia com ares de definição, mas aos 30 apareceu a estrela do artilheiro do River. Viola, meio ‘no susto’, escorou um cruzamento para as redes e diminuiu a desvantagem dos piauienses. Novos ares ao duelo.

O Tricolor piauiense realizou investidas, principalmente em jogadas aéreas até o fim da partida. Na melhor delas, Viola teve mais uma chance de marcar, livre de marcação na áreas, aproveitando rebote, mas não finalizou bem. O placar acabou mesmo em vantagem do Sport e a liderança nas mãos do Leão.

Ficha do jogo

River 1
Leandro; Rossales, Oscar Brizuela, Allan Miguel e Wesley; Osmar(André Luiz), Amorim(Rodrigo Tiuí), Humberto e Juninho Paraíba(Cléber); Tety e Viola.

Sport 2
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Mansur; Rithely, Ronaldo(Rodrigo) e Diego Souza; Everton Felipe, Rogério(Marquinhos) e Leandro Pereira(André).

Estádio: Lindolfo Monteiro (Teresina-PI). Árbitro: Clizaldo Pace França (PB). Assistentes: Kildenn Tadeu Morais e José Maria de Lucena (ambos da PB). Gols: Diego Souza (20’ do 1°T) e Durval (44’ do 1°T); Viola (30′ do 2°T). Cartões amarelos: Juninho Paraíba, Wesley e André Luiz (RIV). Público: 3.228 torcedores. Renda: R$ 61.490,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *