Alívio: Gilmar marca e Náutico vence a primeira na Série B.

ADAURY VELOSO ;

Dizer que o Náutico entrou em campo nesta terça-feira (4), precisando de uma vitória, chega a ser repetitivo, mas após 11 rodadas sem nenhuma, é sempre o mesmo roteiro. Em Natal-RN, o Timbu visitou o também em má fase ABC, do técnico Geninho, tentando a tão desejada reação que ficou pelo caminho contra o CRB. E, graças à boa postura defensiva e um gol de Gilmar, os alvirrubros finalmente comemoraram uma vitória na Série B.

Em um jogo onde o nível técnico não era dos melhores, as chances tinham uma frequência menor. A transpiração costuma ditar o ritmo na Série B e o duelo de alvinegros e alvirrubros não iria fugir do roteiro. Até os 25, ambos haviam criado uma oportunidade cada, nos dois casos, a finalização acabou passando por fora, fazendo os goleiros se deslocarem apenas para conferir a saída. A falta de inspiração dos times tornou o jogo chato, truncado, com muitas jogadas frustradas por passes errados e faltas constantes. Para resumir, o primeiro tempo foi de poucas emoções para os espectadores, com direito às vaias ao apito para o intervalo.

Gilmar quebra o jejum do Timbu

Apesar de começar parecido com o primeiro tempo, a etapa complementar trouxe uma boa surpresa logo aos nove minutos; um lance de perigo. Eltinho lançou Caio por trás da zaga alvirrubra e o atacante chutou cruzado, a bola explodiu na trave e saiu. O Náutico precisou do susto para começar a entrar no jogo. Aos 12, Erick bateu forte, mas Edson estava bem colocado e praticou a defesa. O ritmo do jogo subiu e as penetrações pelos lados do campo eram mais frequentes, tendo o ABC desperdiçado aos menos três bolas cruzadas na área adversária.

E o preço a pagar para quem ataca sem concluir é sofre contra-ataque. Aos 21, em jogada que Erick errou o drible na área, a bola sobrou para Sueliton cruzar e Gillmar pular para marcar, de cabeça, abrindo o placar no Frasqueirão; 1×0. Dois minutos depois, quase que o ABC estraga a festa pelo gol alvirrubro. Zotti entregou para Eltinho e esperou o cruzamento para cabecear, a bola passou na frente de Tiago Cardoso que só torceu para que ela saísse.

Aos 28, o Timbu voltou a assustar em cobrança de falta de Giovanni que passou triscando a trave de Edson. Os minutos se passaram e os donos da casa não produziam, até os 44 em escanteio que Zotti mergulho de cabeça e a bola ainda explodiu na zaga antes de Tiago Cardoso encaixar. Quando o juiz anunciou cinco minutos de acréscimos, os alvirrrubros já sabiam que seriam momentos de pressão. Aos 45, Gegê invadiu a área pela esquerda e bateu forte, mas o goleiro defendeu.

O placar acabou sendo concretizado pela falta de inspiração do ABC que amargou a quinta derrota seguida, quebrando a sequência do Náutico que já vinha em seis. O resultado diminuiu, mas a situação segue delicada, visto que está a sete pontos do vice-lanterna. Na próxima rodada, o Timbu recebe o Juventude, enquanto os alvinegros visitam o Londrina.

FICHA DE JOGO

Campeonato Brasileiro da Série B – 12ª rodada

Local: Frasqueirão, em Natal-RN

ABC: Edson; Jonathan Bocão, Oswaldo, Filipe e Eltinho; Anderson Pedra (Gegê), Felipe Guedes e Zotti; Echeverria (Marques), Erivélton (Dalberto) e Caio Mancha. Técnico: Geninho.

Náutico: Tiago Cardoso; Breno, Feliphe Gabriel, Léo Carioca (Aislan) e Sueliton; Darlan Bispo, Amaral, e Giovanni (Jobson); Jeanderson (Manoel), Erick e Gilmar. Técnico: Beto Campos.

Arbitragem: Rodrigo Alonso Ferreira – SC

Assistentes: Thiaggo Americano Labes – SC / Eder Alexandre – SC

Gols: Gilmar (CNC)

Cartões amarelos: Sueliton e Léo Carioca (CNC) / Eltinho, Felipe Guedes e Filipe (ABC)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *