Analistas do Sport apresentam relatório;

ADAURY VELOSO ;

SPORT

Analistas do Sport apresentam relatório da Sérvia à comissão técnica de Tite no Rio

Dupla do Leão avaliou 14 jogos do rival da Seleção Brasileira  na Copa ;

A dupla de analistas de desempenho do Sport, formada por Thiago Duarte e Thiago Alves, embarca para o Rio de Janeiro, nesta terça-feira, carregada de informações importantes na luta do Brasil para buscar o hexacampeonato mundial na Rússia. Na bagagem, os profissionais levam informações sobre a Sérvia, rival do Brasil na terceira rodada da primeira fase, no dia 27 de junho. Munidos de números e análises em vídeo, os rubro-negros farão uma apresentação da equipe europeia para a comissão técnica de Tite, que já está concentrada na Granja Comary, em Teresópolis, e iniciou a preparação para a Copa de 2018.

Ainda no ano passado, a Confederação Brasileira convidou todos os clubes da Série A de 2017 para um projeto de observação dos potenciais rivais da Seleção no Mundial. Por meio de um sorteio, coube aos analistas do Sport a missão de avaliar justamente a Sérvia. Desde então, o time que passou a ser comandado por Mladen Krstajic em janeiro teve os dez jogos das eliminatórias europeias e mais quatro amistosos após garantir a classificação analisados.
Em dois desses confrontos, diante do Marrocos, na Itália, e da Nigéria, na Inglaterra, os analistas de desempenho foram ver as partidas no estádio. “Nosso objetivo central é detectar padrões de comportamento individuais, setoriais e coletivos para que a gente possa caracterizar ao máximo com o intuito de tentar prever como eles vão se comportar em determinado momento do jogo”, disse Thiago Duarte, que ainda contou com a ajuda de Hugo Leonardo, aluno do curso de análise de desempenho da CBF indicado para completar a equipe.
Essas avaliações realizadas foram transformadas em números e vídeos que detalham o estilo de jogo do rival do Brasil no Mundial. “É uma equipe que tem um padrão de comportamento bem estabelecido tanto ofensivo quanto defensivo. Em termos resumidos, eles procuram fechar o espaço central do jogo e, com a bola, procuram colocar muita velocidade e posse de bola com Mitrovic, que é o centroavante deles”, detalhou Duarte.

Oportunidade única

A abertura da CBF para convidar profissionais de outros clubes a ajudarem na preparação da Seleção Brasileira foi bem vista pelo analista rubro-negro. Transformou-se, para ele, em uma troca de experiências positivas para os dois lados. “É um projeto extremamente enriquecedor tanto para a Seleção como para os profissionais do clube. Primeiramente, dá uma oportunidade para o Sport mostrar um pouco do trabalho dos seus profissionais e o quanto de poder a instituição tem de pensar o jogo e tratar o jogo com um pouco mais de ciência. Para a Seleção Brasileira, é uma oportunidade de integrar todas as equipes que participaram em um trabalho único, que tem como objetivo a conquista da Copa”, finalizou Duarte.

Os outros dois rivais do Brasil na chave E, serão avaliados por Grêmio e Avaí. Coube ao Tricolor Gaúcho detalhar a Suíça enquanto a Costa Rica será avaliada pelo time de Santa Catarina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *