Atuações de Mailson fazem Sport mudar foco ;

ADAURY VELOSO ;

SPORT

Atuações de Mailson fazem Sport mudar foco e clube deve trazer novo goleiro da Série B

Diretor elogia personalidade do prata da casa e avalia que não há mais pressa para contratar novo arqueiro para compor o elenco do Rubro-negro ;

As duas atuações de Mailson como goleiro do Sport foram suficientes para dar tranquilidade à diretoria do clube. Após a lesão de Magrão, que só deve voltar a atuar no fim de junho, e o pedido de saída de Agenor, o jovem de 22 anos disputou as duas últimas partidas à frente da meta rubro-negra. Passou segurança, principalmente na vitória de 2 a 1 sobre o Paraná, no último domingo. Agora, inclusive, o vice-presidente de futebol admite que as buscas no mercado para uma nova peça no setor já não estão aceleradas. E mais. O novo arqueiro deve vir da Série B para disputar, nesse momento, a condição de reserva imediato de Magrão.

“Diante da situação de Mailson, nós vamos mais ter mais tranquilidade para ver o que nós queremos. Houve uma prioridade total que foi Vladimir, do Santos. Esse não veio (o comitê gestor do Santos não liberou). Nós, muito provavelmente, vamos procurar um goleiro na Série B. Não podemos correr o risco de disputar o campeonato apenas com Magrão e Mailson. Já que Lucas (a outra opção) ainda é muito novo”, disse o vice-presidente de futebol Guilherme Beltrão.
Atualmente, o Sport conta com um grupo de jogadores jovens para a função de goleiro. Além de Mailson, de 21 anos, o técnico Claudinei Oliveira tem à disposição Lucas, de 20 anos, e Denival, de 19. Agenor também está trabalhando normalmente, mas o próprio arqueiro pediu para deixar o clube após perder a vaga para o atleta da base e, mesmo com a mudança no comando técnico, sequer participa do time reserva nos treinamentos coletivos. Está fora dos planos.
A atitude de Agenor, por sinal, só aumentou a pressão da chegada de Mailson a condição de titular do Sport. Enquanto brigas políticas e um momento ruim do time pesavam o ambiente, o jogador ganhou a primeira chance com o antigo técnico Nelsinho Batista diante do Botafogo. Seguro, manteve-se na condição de titular e chegou ao terceiro jogo profissional da carreira, no último domingo, sendo fundamental para garantir o placar de 2 a 1 a favor dos rubro-negros.
“Nas circunstâncias que ele entrou foi de muita pressão. Ele se saiu muito bem nos dois jogos. O primeiro nem tanto porque a bola chegou muito pouco no gol. Mas, contra o Paraná, ele demonstrou muita tranquilidade. Foi muito bem na partida. Para mim, foi um dos melhores jogadores em campo. Ele está demonstrando qualidade e personalidade, o que não é fácil com 21 anos e assumir a responsabilidade que ele tem. Daqui por diante, ele só tem a crescer”, declarou Beltrão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *