Base titular ajuda crescimento do Náutico com Márcio Goiano;

ADAURY VELOSO ; NÁUTICO

Base titular ajuda crescimento do Náutico com Márcio Goiano

Com a ajuda de jogos oriundos da base, o Náutico tem conseguido repetir escalações e ter sequência de bons resultados;  Um dos vários obstáculos do Náutico na Série B do ano passado foi repetir uma escalação por dois jogos consecutivos – feito não alcançado, mesmo com 38 rodadas. Lesões, suspensões e a dificuldade em encontrar uma base capaz de trazer os resultados positivos impediu a criação de uma identidade do Timbu. História que o técnico Márcio Goiano tem mudado aos poucos no clube. Com a chegada dos reforços mais recentes, a equipe ganhou uma “cara”, com alterações pontuais. Da defesa ao ataque, passando pelo meio, o torcedor vai começando a decorar o time titular. Manutenção que tem feito bem aos alvirrubros.

Considerando apenas os que começaram jogando, Goianoutilizou 17 atletas. E logo de cara conseguiu repetir a mesma escalação do Náutico em dois jogos consecutivos, contra Globo/RN, na vitória por 2×0, e ABC/RN, na derrota pelo mesmo placar. De lá para cá, embora não tenha conseguido dar seguimento ao mesmo grupo por conta de lesões e suspensões, o treinador permaneceu com seu estilo de jogo definido.

A primeira meta foi encontrar a melhor base para o meio-campo. Josa, recuperado de lesão, ganhou a vaga como primeiro volante, ao lado de Jhonnatan e Luiz Henrique. Esse último sequer havia atuado no setor anteriormente, mas bastou um treino para encantar Goiano e se firmar na equipe. A boa fase rendeu um novo contrato para o prata da casa, com vínculo até 2021.

Na frente, Dudu Robinho foram os únicos atletas de linha que jogaram todos os sete confrontos com o treinador. Ortigoza poderia completar essa lista, mas ficou fora por dois jogos após a expulsão no duelo perante o Santa Cruz, no Arruda. A defesa foi o último setor a ser alterado. O zagueiro Sueliton e o lateral-esquerdo Assis foram contratações pontuais que chegaram para ocupar uma vaga fixa no time titular. Outra novidade foi a entrada de Bryan no espaço de Thiago Ennes.

Sem problemas no time titular, Goiano terá a segunda oportunidade de repetir a mesma escalação em dois jogos consecutivos. A base que venceu o Confiança por 3×2, no Batistão, na rodada anterior, entrará em campo na segunda, contra o Salgueiro, no Cornélio de Barros, pelo Grupo A da Série C. O Timbu é o segundo colocado da chave, com 22 pontos, enquanto o Carcará está em oitavo, com 15.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *