Brigatti elogia o Vera Cruz, admite dificuldades no jogo;

ADAURY VELOSO ; Mesmo saindo de campo com uma goleada por 4 a 1, o Santa Cruz encontrou uma série de dificuldades diante do Vera Cruz, na noite desta quarta-feira, pela quinta rodada do Campeonato Pernambucano. Admitindo os problemas enfrentados durante a partida no Arruda, o técnico João Brigatti fez questão de destacar e elogiar a qualidade do adversário. De acordo com o treinador, o tempo de preparação das equipes fez diferença no jogo.

“Enfrentamos uma equipe qualificada, que treina todos os dias, tem todos os atletas que já jogam juntos há algum tempo. Assistimos o jogo deles contra o Náutico e deram um tremendo trabalho no primeiro tempo e só não saíram vitoriosos devido a uma expulsão. E hoje a nossa equipe soube se comportar dentro das dificuldades que enfrentamos, tivemos várias oportunidades”, avaliou o treinador tricolor.
Apesar do desempenho abaixo do esperado, Brigatti evitou reclamar do pouco tempo de treinamento, assim como já vez no início do trabalho no Santa Cruz. O treinador entende que a falta de uma pré-temporada tem prejudicado o começo de temporada no clube. Por conta disso, no último domingo, contra o Altos, pela Copa do Nordeste, resolveu poupar alguns dos jogadores considerados titulares, como por exemplo Chiquinho e Pipico.
“Ficar falando toda hora em relação ao tempo de treinamento é chover molhado. Nós não tivemos uma pré-temporada, não temos tempo para treinar durante a semana. Então, isso reflete dentro da partida. Optamos por deixar os atletas que a gente considera hoje que são os titulares da equipe, para que pudesse, ao longo da semana, recuperar a parte física e técnica. Mas com jogos em cima de jogos, todo trabalho é comprometido”, disse Brigatti.
Ainda segundo o treinador do Santa Cruz, a preocupação maior neste momento é implementar o mais rápido possível uma filosofia de jogo no time. “Não estou preocupado com o Campeonato Pernambucano, estou preocupado em montar uma plataforma de jogo. Uma situação em que o time se desenvolve dentro de campo. Tenho que pensar na equipe como um todo, ao longo do ano. Tenho que preparar a equipe com o meu pensamento de jogo”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *