Brocador minimiza erro: ‘;

ADAURY VELOSO – Uma cena que, nos últimos jogos, é incomum: o atacante Hernane Brocador, do Sport, perdendo gols – o jogador é um dos artilheiros do Campeonato Brasileiro da Série B. Mas, na última partida do Leão, diante do CRB, o centroavante perdeu a chance de empilhar as redes mais uma vez. E em um lance simples, praticamente embaixo da barra, sem goleiro, Hernane errou. Em um lance que daria o triunfo do Rubro-negro, mas que bateu na trave. Sorte que o companheiro Guilherme colocou para o fundo das redes no rebote, em tento que deu a vitória para a equipe. Porém, Brocador minimizou a falha e disse que não ‘desaprendeu a fazer gols’.  “A gente sabe que não desaprendi a fazer gols. Foram só três jogos (Operário, Vitória e CRB). Eu sei que fiquei alguns jogos sem fazer gols, mas em uma partida eu fiz logo três contra o Londrina. Então eu estou sempre ali e quero estar brigando pelo pelotão de cima. E a gente sabe que a Série B é um campeonato bem,

difícil, então temos que estar bem concentrados. Nosso time tem muito futebol para estar na parte de cima”, disse.
Com cinco gols marcados, Hernane Brocador está no páreo na disputa pela artilharia da Série B. É o segundo lugar no quesito, com cinco gols marcados, perdendo apenas para o atacante do Coritiba, Rodrigão, o primeiro lugar, com sete tentos.
Na quinta colocação da Segundona com 15 pontos garantidos, o Sport está na cola do G4. A Ponte Preta, que abre o grupo dos quatro melhores colocados, tem a mesma pontuação que o clube pernambucano, mas perde em saldo de gols – a Macaca tem cinco, o Rubro-negro, quatro. Com a parada para a Copa América, o Sport só volta a campo no dia 13 de julho, diante do São Bento, fora de casa.

“Eu tenho mercado”

Questionado sobre possíveis propostas para deixar o Sport, Hernane Brocador disse estar “100% focado” no clube. Mas frisou que “tem mercado” e de que no futebol brasileiro “tudo pode acontecer”. “A diretoria já conversou comigo há algum tempo atrás. Na verdade, eu nem estava pensando nisso (sobre propostas). Mas eu tenho mercado, a gente sabe que no futebol brasileiro tudo pode acontecer. Hoje estou 100% focado no Sport. Vou aproveitar a parada da Copa América para aproveitar com a família. Essa parte de propostas eu deixo para o meu empresário”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *