Camacho vê manutenção no G4 será como mais difícil;

ADAURY VELOSO ;

NÁUTICO

Camacho vê manutenção no G4 será como mais difícil do que alcançar zona de classificação

Vice-líder, Timbu está embalado por quatro vitórias seguidas na Série C ;

Após entrar no G4 apenas na 11ª rodada da Série C e assumir a vice-liderança com a vitória sobre o Atlético-AC, o Náutico se prepara para duas partidas seguidas fora de casa, contra Confiança e Salgueiro, respectivamente. Jogos que podem ser decisivos para a caminhada alvirrubra na competição. Isso porque, caso não vença pelo menos uma das duas partidas, é grande a chance do Timbu deixar a zona de classificação. E para o zagueiro Camacho, se manter no G4 será ainda mais difícil do que foi alcançar as primeiras colocações.

Depois dessa sequência de duas partidas fora de casa, o Náutico parte para a reta final da primeira fase com uma tabela mais equilibrada. Com dois jogos na Arena de Pernambuco (contra Juazeirense e ABC) e mais duas como visitante (diante de Globo e Remo).
“Se colocar na balança, os dois (chegar no G4 e se manter) têm pesos importantes. Foi muito difícil chegar porque nós vínhamos de uma sequência complicada e jogar fora do G4 e na zona de rebaixamento têm toda uma pressão extra. Agora que nós chegamos não vamos dar mole de novo. Por isso, talvez nos manter no G4 seja ainda mais complicado. O nosso objetivo foi muito bem traçado desde o início do ano que é conseguir o acesso. E para isso, lógico, a primeira etapa é estarmos entre os quatro melhores do grupo”, pontuou o defensor alvirrubro.
Para Camacho, os dois próximos desafios se tornam ainda mais decisivos por serem confrontos diretos. Com os mesmos 19 pontos do Náutico, o Confiança está na terceira colocação por ter duas vitórias a menos no campeonato. Já o Salgueiro, com 15, está na sétima colocação.
“Serão duas partidas essenciais contra equipes que estão próximas na pontuação. Por isso serão duas finais. Não podemos perder jogos contra concorrentes diretos. Mas temos que pensar passo a passo e a nossa primeira decisão será contra o Confiança”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *