Camisa 10 do Náutico em 2016, Marco Antônio mostra surpresa com reformulação do elenco

Adaury veloso;

Quando assinou com o Náutico o meia Marco Antônio sabia que ficaria bem mais tempo que todo o restante do elenco no clube. Ao menos pelo tempo de contrato que havia assinado. Diferentemente dos seus companheiros, o camisa 10 acertou com o Timbu até o fim de 2017. A expectativa, logicamente, era disputar a Série A no ano seguinte e com o sucesso ter alguns companheiros do tão esperado acesso ao seu lado. Porém, a situação ficou bem longe do sonhado.
O time de 2016 praticamente não existe. Apenas três titulares continuaram no clube. Mudanças radiciais e que Marco Antônio vem acompanhando tudo através da imprensa. O meia mostrou surpresa com as drásticas alterações no time. Tanto que preferiu não projetar nada. Primeiro quer ver como será o novo trabalho que está sendo implantado nos Aflitos.
“É difícil saber como vai ser. Estou acompanhando muito à distância. Para ser sincero não esperava essa reformulação toda. Entenderam como um fracasso e as coisas terminaram de um modo inesperado bem diferente da expectativa. Vamos ver agora como será 2017”, comentou.
Líder dentro de fora de campo, Marco afirmou que seguirá trabalhando do mesmo modo que em 2016. É certo que conversas ao pé do ouvido, orientações aos mais jovens e elogios aos companheiros serão feitos como sempre. Pórem, deve tomar mais um pouco de tempo até do que no ano passado já que conhecerá os novos companheiros apenas na próxima semana. O zagueiro Nirley é único reforço com quem o meia já trabalhou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *