Claudinei Oliveira vê incômodo com salários atrasados;

ADAURY VELOSO ;

SPORT

Claudinei Oliveira vê incômodo com salários atrasados e detalha postura do elenco no caso

Pagamentos vencidos mudaram programação do Sport a pedido dos atletas;

Longe de ser um tabu nas entrevistas, os salários atrasados são tratados abertamente pelos jogadores do Sport. E também pelo treinador Claudinei Oliveira. Nesta terça-feira, um dia antes da volta do clube para a disputa da Série A do Brasileiro, diante do Ceará, o comandante detalhou o caso sem esconder que há um incômodo pela situação. Ele, no entanto, garantiu ver empenho da diretoria para solucionar o caso além da condução profissional por parte dos atletas, que, segundo ele, não deixam de cumprir com as obrigações diárias e mantêm um bom ambiente interno.

Com dois meses de salários e dos direitos de imagens atrasados, Claudinei Oliveira também revelou que os próprios jogadores chegaram a pedir uma mudança na programação agendada durante a intertemporada. Pediram, junto com a eliminação do Brasil na Copa do Mundo, para que não fosse necessário dormir no Centro de Treinamento.

“Eu não sou a pessoa mais indicada para falar (sobre salários atrasados). Acho que, no momento oportuno, a direção do clube vai se manifestar a respeito disso”, disse o treinador para, em seguida, detalhar como os atletas também têm reivindicado seus direitos.
“O que aconteceu aqui na segunda-feira é que a gente tinha uma previsão de os jogadores dormirem no CT até porque na terça a gente esperava que o Brasil estivesse em campo e liberava os jogadores para ver o jogo do Brasil em casa na tarde. Em cima dessa desclassificação do Brasil, os jogadores perguntaram se não poderiam dormir lá e marcar o treino da terça para um pouco mais tarde. Isso foi feito. Eles também expuseram essa questão do salário. É uma questão que eles têm total direito de expor. Nunca deixaram de trabalhar. Só solicitaram para não passar a noite ali até porque não tinha esse apelo de treinar mais cedo. Achei normal, uma reivindicação justa”, acrescentou.

Relação com a diretoria

Claudinei Oliveira ainda detalhou a relação do grupo com a atual diretoria, mostrando confiança no trabalho que está sendo realizado apesar não haver, no momento, uma data para quitar as dívidas existentes. O treinador também saiu em defesa do elenco assegurando que os atletas, até o momento, têm um comportamento exemplar.
“A direção do clube está, na medida do possível, dando alguma satisfação, conversando com eles, e explicando a dificuldade do clube. Não é exclusividade do Sport. Outros clubes também estão passando pelo mesmo problema. A gente espera que isso esteja o mais rápido possível sanado”, declarou.
“O planejamento é que tínhamos um pagamento para ser feito antes de sair para a folga, que foi feito na terça subsequente. E fosse feito outro durante essa intertemporada. Foi o que não aconteceu e gerou esse certo desconforto. Mas está bem administrado isso. Os jogadores estão se dedicando. Não estou notando nenhuma diferença de ambiente e sim uma cobrança que acho que é justa. Está sendo feito de uma maneira tranquila. Ninguém veio a público expor de uma maneira negativa, ninguém está se negando a treinar. É uma cobrança bem pautada no bom comportamento”, acrescentou.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *