Leão rugiu alto! André faz dois, Sport bate o Boavista e encaminha vaga para a próxima fase:

ADAURY VELOSO;

O Sport teve uma noite tranquila nesta quarta-feira (8), no Rio de Janeiro. No primeiro confronto da fase dos jogos de ida e volta da Copa do Brasil, o time pernambucano passou fácil pelo Boa Vista e garantiu uma ótima vantagem para a partida da semana que vem, na Ilha do Retiro. André, alvo de recentes críticas, desencantou e marcou duas vezes. Diego Souza também deixou o dele, sacramentando o placar de 3×0 para o Leão.

O jogo   ;  

O Boa Vista começou arisco, principalmente pelo lado direito do ataque. Foi lá que Maicon, ex-Sport, fez várias investidas e, aos três minutos de jogo, assustou os leoninos, com um chute cruzado, mas que não resultou em gol. O Rubro-Negro, ainda sem mostrar futebol vistoso, respondeu aos onze minutos e quase fez 1×0.

O atacante André, que começou o jogo na vaga de Rogério – poupado por questões físicas -, por pouco não marcou de cabeça. O estreante Mena levantou a bola na área e o camisa 90 desviou de cabeça. A bola acabou tocando o travessão, assustando o goleiro Felipe.

O confronto contra o Boa Vista não representou apenas uma chance de André começar como titular. Desde seu retorno ao time pernambucano, o ofensivo não mostrou o bom futebol que todos conhecem e ainda perdeu penalidades que começaram a aguçar críticas. Mas aos 19 minutos, o camisa 90 cabeceou outro cruzamento de Mena, o goleiro Felipe espalmou, e no rebote o próprio André chegou batendo de esquerda. A redonda tocou na trave e entrou, para alegria da torcida vermelha e preta: Sport 1×0 no Boa Vista.

Depois do primeiro tento leonino, a equipe de Daniel Paulista passou a dominar a posse de bola. Tanto que aos 28 minutos, Diego Souza invadiu a área, deu um chapéu no defensor e acabou derrubado. A arbitragem marcou pênalti. O próprio meia foi para a cobrança, converteu e ampliou o placar para 2×0.

Segunda etapa

Atrás do placar, o Boa Vista voltou de olho no ataque. De cara ocorreu logo uma alteração: Erick Flores, ex-Náutico, saiu do jogo para a entrada de Leandrão, que passou pelo próprio Sport. Aos sete minutos da segunda etapa, ocorreu um lance polêmico e que arrancou reclamações do time do Rio de Janeiro.

Leandrão foi lançado, passou por Magrão e acabou havendo contato entre os atletas. O atacante do Boa Vista caiu no gramado, pediu pênalti, mas a arbitragem entendeu como simulação. Apesar da revolta dos atletas do Boa Vista, o jogo seguiu sem penalidade e com o placar de 2×0 para a equipe pernambucana.

Mesmo mais precavido e atento à marcação, o Sport se lançou ao ataque. Aos treze minutos, depois de uma cobrança de escanteio de Everton Felipe, André tocou de cabeça, a bola foi em direção à meta do Boa Vista, mas o arqueiro Felipe se jogou para evitar o terceiro gol rubro-negro.

Diante das tentativas frustradas do Boa Vista, o Sport passou a comandar o jogo. O time leonino trocou passes com inteligência e se mostrou tranquilo na partida. Tanto que André, grande nome do jogo, recebeu um belo cruzamento de Samuel Xavier, e aos 28 minutos o camisa 90 fez seu segundo gol no jogo e o terceiro tento do Leão.  E assim o time pernambucano garantiu uma ótima vantagem pela Copa do Brasil.

FICHA DO JOGO

Competição: Copa do Brasil

Local: Elcyr Resende – Saquarema – RJ

Boa Vista: Felipe, Maicon, Anderson Luiz (Robert), Antônio Carlos e Gustavo Geladeira; Willian Maranhão e Fellype Gabriel (Tiago); Thiaguinho e Erick Flores (Leandrão); Pedro Botelho e Mosquito. O técnico é Joel Santana.

Sport: Magrão, Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Mena; Rodrigo e Ronaldo (Fábio); Diego Souza; Everton Felipe (Neto Moura), Leandro Pereira e André (Paulo Henrique). O técnico é Daniel Paulista.

Arbitragem: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP)

Assistentes: Rogério Pablos Zanardo (SP) / Alberto Polleto Masseira (SP)

Gols: André (2); Diego Souza (1)

Cartões amarelos: Thiaguinho; Leandrão e William / André

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *