Com gol de Ronaldo Alves, Sport vence o Sampaio Corrêa

Adaury veloso;  O Sport começou bem a caminhada rumo ao quarto título da Copa do Nordeste. Com uma vitória construída logo aos dois minutos de uma partida em que soube se impor e não passou maiores sustos, o Leão venceu o Sampaio Corrêa por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Ilha do Retiro, na largada do Grupo C. Placar que não refletiu a superioridade leonina no confronto.

Agora, os rubro-negros terão outra estreia pela frente. Sábado, também na Ilha, dessa vez pelo Campeonato Pernambucano. Pelo Regional, o Sport só volta a entrar em campo no dia 5 de fevereiro, contra o Juazeirense, no interior da Bahia.

O jogo

E o Sport não demorou para se impor na partida. Logo aos dois minutos, após belo cruzamento de Marquinhos, o zagueiro Ronaldo Alves, de cabeça, abriu o placar na Ilha. Se no ano passado, o zagueiro-artilheiro teve que esperar 21 jogos para marcar seu primeiro gol pelo Leão, na atual temporada essa espera acabou logo no primeiro compromisso oficial.

A vantagem imediata no placar deu ao Sport tudo o que ele precisava. Mais entrosado (apenas os atacantes Marquinhos e Leandro Pereira eram novidades com relação à equipe de 2016) e diante de um Sampaio Corrêa limitado tecnicamente, os donos da casa tiveram a tranquilidade suficiente para levar a partida no seu ritmo.

Muito também pelas boas atuações dos homens de frente, com os rápidos Marquinhos e Rogério achando espaços pelas pontas e Everton Felipe se saindo bem na função de substituir Diego Souza (na seleção brasileira) na distribuição de jogo.

O resultado disso foi um amplo domínio do Sport, que criou pelo menos mais três boas chances de ampliar o marcador antes dos 20 minutos. Diante de um cenário tão favorável, em alguns momentos, os leoninos chegaram a relaxar, tentando muitas vezes um toque a mais, desnecessário.

Aos 36 minutos, o recém-contratado Leandro Pereira deixou a partida, lesionado, sendo substituindo, assim como no amistoso do último domingo, contra o The Strongest, antes do intervalo. O camisa nove já era o mais discreto do ataque. Para o seu lugar, o técnico acionou o colombiano Lenis, trazendo Rogério para ser o atacante mais centralizado

Para não dizer que o Sport foi para os vestiários sem algo a corrigir, isso se deveu aos espaços muitas vezes dados na defesa. Por conta disso, já aos 46 minutos, por pouco o Sampaio não acha o gol de empate, com Valderrama chutando na trave de Magrão. No rebote, Henrique, com o goleiro rubro-negro batido, mandou por cima do travessão.

Segundo tempo

No início da etapa final, com o Sampaio buscando mais o ataque, porém sem qualidade, e o Sport mais cauteloso e cadenciando a velocidade, o ritmo da partida despencou. A ideia do Leão era rodar a bola até achar o espaço. Sem se desgastar.

Aos 24 minutos, Everton Felipe que já havia sofrido uma forte pancada na cabeça no primeiro tempo, pediu para ser substituído, dando lugar a Neto Moura. Em seguida, o prata da casa Wallace  entrou na vaga de Rogério, que caiu de rendimento quando mudou de posicionamento. O cenário do jogo, no entanto, não mudou. Em uma etapa final de dar sono, a vitória do Leão na estreia do Nordestão estava assegurada.

Ficha do jogo

Sport 1
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Renê; Rithely, Ronaldo, Marquinhos, Everton Felipe (Neto Moura) e Rogério (Wallace); Leandro Pereira (Lenis). Técnico: Daniel Paulista

Sampaio Corrêa 0

Jean; Arthur (Guilherme), Breno, Otávio e Esquerdinha; Alex, Valderrama, Clóves e Fernandinho; Henrique (Felipe Costa) e Carlos Alberto (Cleitinho). Técnico: Vinícius Saldanha.

Local:
Ilha do Retiro. Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB). Assistentes: Tomaz Diniz de Araujo e Márcio Freire Lopes (ambos da PB). Gols: Ronaldo Alves (2 min do 1º tempo). Cartão Vermelho: Esquerdinha (SC). Cartões amarelos: Carlos Alberto (SC). Público: 5.475. Renda: R$ 92.910,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *