Com salários atrasados, técnico admite insatisfação interna ;

ADAURY VELOSO ;

SANTA CRUZ

Com salários atrasados desde março, técnico admite insatisfação interna no Santa Cruz

Diretoria coral, por sua vez, afirmou que está buscando realizar o pagamento dos dois meses de salários em aberto com o elenco até a próxima quinta-feira;

Matéria atualizada às 18h20.
Convivendo com salários atrasados desde o Campeonato Pernambucano (março), o elenco do Santa Cruz já sinalizou o momento de insatisfação à diretoria coral. Até esta quinta-feira com as folhas de pagamento dos meses de maio e junho em aberto, as lideranças do grupo receberam da cúpula de futebol nesta semana a garantia de que pelo menos uma das folhas seria quitada. E foi. De acordo com apuração da reportagem do NOSSO BLOG   no fim desta tarde, o clube conseguiu pagar os salários de maio. Apesar disso, em meio ao recorrente problema, o técnico Roberto Fernandes admite que o clima nos vestiários é de insatisfação, embora a causa venha sendo bem administrada.

“Temos um vestiário muito bom porque temos jogadores experientes e que já passaram pelo Santa Cruz em outros momentos, como é o caso de Danny Morais, Vítor, Carlinhos Paraíba. E isso ajuda muito. Agora se você vai dizer que há um momento de satisfação, não. Não é. Mas está muito bem administrado e a diretoria tem se esforçado bastante. Acho que essa semana a gente tem uma solução, acredito que até o final da primeira fase o Santa Cruz tem horizontes para caso de classificação ir para o mata-mata com as coisas se não 100% equacionadas, muito bem encaminhada”, afirmou o treinador.
Segundo o executivo de futebol do clube, Fred Gomes, há um empenho grande da direção para que os pagamentos sejam efetivados o quanto antes. “A relação com os jogadores é muito franca e objetiva. Essa questão vai ser resolvida o mais rápido possível. Sabemos o que devemos e a tendência é que próximos nos dias isso se resolva”, afirmou. O que não tem prazo para solução é o caso dos funcionários, que estão desde abril sem salários. A comissão técnica, por sua vez, deverá receber um dos dois meses em atraso na semana que vem.

Credibilidade do presidente

Um dos fatores de alento para os atletas corais é o histórico de credibilidade que o presidente do clube, Constantino Júnior, tem com o elenco. O mandatário, que deu a garantia de efetuar o pagamento até a semana que vem, voltou a cumprir a promessa até com certa antecedência, visto que o prazo pedido por ele era até a quinta-feira da semana que vem. A ação minimizou o clima de pressão internamente. Constantino consegue manter um bom trânsito com o elenco e, até então, tem cumprido todas as promessas – diferentemente do que ocorria na gestão anterior, por exemplo.

Antes do treino da quarta-feira, em Aldeia, os jogadores do Santa Cruz se reuniram sozinhos para tratar do assunto. Alguns chegaram a levantar a possibilidade de sequer viajar para João Pessoa, onde o Tricolor irá enfrentar o Botafogo-PB, no próximo sábado, pela 15ª rodada da Série C. A ideia não foi para frente, tolhida pela maioria. “Dentro do que a gente vem conversando, a reunião (da comissão técnica e diretoria) foi satisfatória no quesito de todo mundo estar somando esforços para que o Santa Cruz possa ter a melhor condição possível no Brasileiro”, pontuou Roberto Fernandes.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *