Copa do Nordeste, Náutico tem estreia do técnico Milton Cruz ;

ADAURY VELOSO;

Estrear em um jogo que pode decretar a eliminação de uma competição é uma verdadeira prova de fogo para qualquer treinador. E se fosse o seu primeiro jogo como técnico? É esta a situação de Milton Cruz nesta quinta-feira às 20h30 na Arena de Pernambuco, quando o Náutico precisa vencer o Campinense para depender apenas de si para seguir vivo na competição.
Com quase duas décadas no São Paulo, conhecimento absorvido após trabalhar com um dezena de técnicos e experiência em comando de um time da Série A quando era solicitado, Cruz demonstrou encarar a situação com certa naturalidade e lembrou que viveu situação semelhante no Tricolor Paulista.
“Vou fazer de tudo (para vencer). Acompanhei os jogos da Copa do Nordeste e sabemos das dificuldades. Mas isso sempre existe no futebol. Ano retrasado o São Paulo tinha quatro jogos para conseguir ir para a Libertadores e terminou acontecendo. Acho que vamos jogar com a força da nossa torcida e espero fazer um grande jogo”, prometeu o treinador.
Para o torcedor que for até a Arena de Pernambuco não é bom criar expectativas de grandes mudanças na equipe. Não houve tempo para isso. Milton Cruz só não repetiu a equipe do time que venceu o belo Jardim porque Giovanni não treinou na última atividade antes da partida e Manoel voltará ao time titular.
“Eu conversei muito com o Levi e com o Kuki. Me passaram muitas coisas e vi alguns jogos do Náutico no ano passado. Esse ano não vi muito porque estava viajando e vi três jogos mais recentes. Vou manter mais ou menos a equipe que venceu o último jogo. O time não terá muita coisa minha, mas fiz um trabalho tático e procurei trabalhar a troca de bola. Achei que estava um pouco lenta”, lembrou o treinador.
Seu treinamento foi baseado na orientação e na conversa e agora basta esperar que o time entenda o mínimo que o técnico passou e que quem entrar no jogo lembre o que ele vale. Muito mais do que três pontos. Vale a vida do Timbu na competição.
Adversário
Para enfrentar o Náutico, o Campinense não terá o jogador que abriu o caminho para a vitória no primeiro duelo entre as equipes. Renatinho está lesionado e não viajou com o grupo. Outra dúvida é se Felipe Ramon terá condições físicas de atuar. Um empate aumenta as chances da equipe ir para a próxima fase já que mantém o Timbu a cinco pontos de distância com apenas duas rodadas.
 
Ficha do jogo
Náutico
Tiago Cardoso; David, Tiago Alves, Adalberto e Manoel; Ewerton Páscoa, João Ananias e Marco Antônio. Jefferson Nem, Erick e Alison. Técnico: Milton Cruz.
Campinense
Gledson; Fabinho, Joécio, Rafael Jansen e Ronaell; Negretti, Fernando Pires, Augusto e Jussimar; Léo Ceará e Maranhão. Técnico: Sérgio China.
Data: 23/2/17
Estádio: Arena de Pernambuco, em São Lourenço
Árbitro:Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *