CT -Náutico, Santa e Sport serão desinfectados visando volta aos treinos;

ADAURY VELOSO =

Trabalho, feito em parceria com a FPF, é a primeira etapa de um protocolo médico que prevê também a realização de testes da Covid-19 nos clubes; Na última quinta-feira, o Retrô foi o primeiro clube a ter seu centro de treinamento desinfectado visando o combate ao novo coronavírus. Na ocasião, tanto as áreas administrativas, quanto os campos, receberam uma solução feita de amônia, detergente e água, para matar o vírus. A ação foi realizada em parceria com a Federação Pernambucana de Futebol e se estenderá também aos centros de treinamentos de Sport, Náutico e Santa Cruz, bem como alguns estádios do interior e visa o retorno dos clubes aos treinos.

Segundo o presidente da FPF, Evandro Carvalho, a previsão é que até a próxima sexta-feira, todos esses locais tenham passado pelo processo de limpeza. Ainda segundo o dirigente, a própria sede da entidade também já foi desinfectada.
“A CBF montou uma equipe de trabalho junto com o ministério da saúde e a Federação fez uma reunião com os clubes para falar desse trabalho. E que seria estabelecido um protocolo médico sanitário, que está em reanálise para finalização, mas que a gente já sabe a maior parte dele. E esse protocolo inclui justamente isso, de adquirir o álcool em gel, as máscaras e fazer periodicamente a desinfecção dos locais. Estádios, sedes, vestiários e centros de treinamento”, explicou Evandro.
“O primeiro CT foi o do Retrô porque como ele é o maior de área física do estado hoje. E com isso nós podemos aperfeiçoar o sistema. Se vamos precisar,de mais funcionários, máscaras, cabeamento, vaporizadores, entre outras coisas. Todo o prédio da Federação também já foi desinfectado. Agora os próximos ainda serão definidos. Todos os clubes passarão por isso. Na capital e no interior. Mais de uma vez”, pontuou.
Ainda de acordo com o presidente da FPF, concluída essa primeira etapa o próximo passo do protocolo médico inclui a realização de testes da Covid-19 que serão aplicados nos clubes. Nesse caso, já visando a retomada do Campeonato Pernambucano, cujo o planejamento para a retomada, segundo Evandro, segue para a primeira quinzena de junho.
“A última fase são os testes e eles vêm de fora do Brasil e isso leva um tempo. Temos 17 empresas no mundo que produzem esses testes e temos ainda que construir a operação de tomada de preços, o melhor custo benefício, a forma de pagamento. É quase uma licitação Porque são milhares de testes. Já tivemos várias reuniões, propostas e estamos trabalhando”, adiantou o dirigente, que não quis informar o investimento na compra desses testes. Mas confirmou que a FPF poderá ter um apoio financeiro junto à CBF para isso.
Porém, Evandro Carvalho também fez questão de frisar que uma volta às competições só será possível com o aval da secretaria estadual de saúde. “Os testes serão feitos para ver se a gente consegue voltar. Mas ainda vai depender dos relatórios das autoridades médicas locais, com relação a curva epidemiológica do estado”, concluiu.
Nesta sexta-feira, Pernambuco bateu o recorde de mortes registradas em 24 horas por conta da pandemia do coronavírus, com 82 vítimas fatais. Além disso, foram registrados mais 763 novos casos. Ao todo, o estado registra 11.587 pacientes com 927 óbitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *