Dado Cavalcanti, técnico do Náutico, após derrota para o Santa: ‘Nosso time titular ainda não está pronto’.

Adaury veloso;

Na derrota deste sábado (4), para o rival Santa Cruz, o técnico Dado Cavalcanti apostou em algumas peças que pouco têm aparecido durante as partidas do Náutico. Alguns torcedores criticaram as mudanças, mas o comandante alvirrubro explicou o motivo de mexer no time.

“Nós temos um calendário complicado, a cada rodada que eu tenho a oportunidade de colocar os jogadores para jogar e não o fizer, vou perder oportunidades. Temos dois campeonatos e a classificação em ambos é o objetivo. Estou projetando essa questão de chegar melhores na fase decisiva. Fazemos tais alterações para manter o time competitivo. Não fizemos o proposto e contra um adversário desses, quando você não produz, acaba derrotado”, disse o treinador.

Um dos questionamentos está na entrada de Giovanni na lateral esquerda, já que Manoel vinha em uma boa sequência. “O Manoel fez três partidas sucessivas, mas o Giovanni tem uma boa condição. Entendemos que ele tem um potencial de produção e equilíbrio e traz um pouco mais de rodagem ao nosso time. Assim como fiz outras trocas, colocando o Anselmo. Esses dois jogadores não tiveram uma participação tão importante assim, mas quanto mais se espera para colocar, pior fica para eles. É necessário fazer as avaliações e nosso time titular não está pronto”, revelou.

Mais uma vez, o jovem atacante Erick, destaque do Timbu na Copinha teve uma boa participação. Porém, nem adianta o torcedor pedir sua entrada no time titular, como o fizeram durante o jogo. Falta preparo para a nova promessa do elenco alvirrubro.

“O Erick, mais uma vez, fez uma boa partida. Não vejo ele ainda com intensidade para os 90 minutos e vem fazendo um trabalho com nossa equipe física. Ele contribui mais com 30, 45 minutos dos jogos. Já o Nem está disputando as partidas inteiras e tem contribuido. Nossa equipe como um todo, deixou a desejar, quarta esperamos já uma evolução, teremos uma sessão de treino e vamos trabalhar”, afirmou.

Sobre o fato de sofrer um empate no fim da partida anterior contra o rival e agora ser derrotado, Dado considera que é hora de manter a calma. “Encaro com naturalidade, perdemos um jogo, mas não é o fim do mundo. Claro que no clássico, isso mexe com a cabeça, mas não é hora de baixar ainda. Estamos a um ponto do líder do grupo, seja Santa ou Campinense”, destacou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *