Dado tira lições da derrota para o Salgueiro

Adaury veloso;  O semblante de Dado Cavalcanti foi bem diferente da primeira vez que concedeu coletiva como técnico do Náutico na Arena de Pernambuco. Na primeira ocasião, após uma vitória contra o Uniclinic na estreia da Copa do Nordeste., o treinador estava satisfeito com a boa apresentação. Nesta quarta-feira, após a derrota para o Salgueiro, a situação era inversa. Dado desta vez procurava tirar lições do tropeço.

“Várias (lições podem ser tiradas). Uma situação atípica em relação a resultado. Se aconteceu fizemos por onde e não tivemos o merecimento de vencer hoje. Quando jogamos com um a mais não tivemos superioridade. Na parte defensiva fomos desatentos. Tomamos um gol em uma saída de lateral. Temos algumas situações que vamos conversar para repetir”, respondeu

Questionado se a expulsão passou uma falsa sensação de superioridade, Dado rebateu. Acredita que a sua equipe dominava o momento da partida, mas a falta de atenção cobrou o seu preço. “Não acho que gerou uma falsa impressão. Dominávamos o jogo. Nós erramos quando não tínhamos a posse da bola. Talvez os jogadores tivessem receio de fazer uma pressão na saída da bola. Mas vou dormir com aquele lateral na cabeça. As pessoas só visualizam a bola entrando, mas consigo ver muito mais” ressaltou.

As mudanças que o técnico de de fez também podem ser apontadas como uma das razões para a derrota. Algo que Dado reconhece ter um peso, mas que não foi o único motivo. Mais uma vez ele lembrou que terá partidas mais duras pela frente e era necessário poupar alguns atletas.

“Não tem como precisar apenas por hoje. O resultado não pode interferir nesse trabalho. Óbvio que eu esperava um resultado diferente. Até que tivemos uma boa intensidade de jogo, mas esperava que nossa intensidade desse um resultado diferente. Mas se fiz trocas é porque confio nos jogadores. Hoje não tivemos o desempenho esperado. O que fiz foi pensando nos jogos futuros. Teremos dois jogos importantes na próxima semana, não que o Salgueiro não seja importante. Mas temos o Campinense domingo e o Guarani na Copa do Brasil. Estamos precisando desses resultados, principalmente na Copa do Nordeste”, lembrou.

Otimismo
Apesar da decepcionante derrota, o o técnico do Náutico afirmou que é possível extrair alguns pontos positivos desta partida e que podem render frutos mais à frente. “Assim como a extração do lado negativo serve para melhorar, existem algumas coisas positivas. Tivemos o Marco Antõnio por 90 minutos. O Giovanni evoluiu. Outros jogadores estrearam e ainda não tinham vestido a camisa do Náutico. Agora entendem o que é o Náutico. O Erick também jogando por 90 minutos. Apesar do jogo, consigo extrair

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *