Dal Pozzo esboça time do Náutico para clássico contra o Santa ;

ADAURY VELOSO –

Com a recuperação de Danilo Pires, Neto Pessoa e Wallace Pernambucano, formação é a mesma que venceu o Sampaio Corrêa;  Após dois dias parados na expectativa da realização do confronto entre Náutico e Botafogo-PB, o Timbu se reapresentou nesta terça-feira no CT Wilson Campos para iniciar a preparação visando o clássico diante do Santa Cruz, neste sábado, às 18h, no estádio do Arruda, pela nona rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. A movimentação foi um jogo-treino contra o Retrô FC, vencido por 2 a 1 pelo Timbu com gols de Jiménez e Fábio Matos.

A atividade foi dividida em dois tempos de 45 minutos. Chamou a atenção a intensidade e disputa, com entradas duras e muitas faltas. O caráter amistoso ficou apenas no papel.
Na primeira etapa, o Náutico teve Jefferson; Hereda, Camutanga, Lombardi, Wilian Simões;   Josa, Luiz Henrique, Danilo Pires; Neto Pessoa, Wallace Pernambucano e Thiago. Essa, a princípio, deve ser a escalação para o clássico contra os tricolores.
No segundo tempo, todo o time mudou. Entraram Luís Carlos; André Krobel, Rafael Ribeiro, Carlos Eduardo (base), Erick Daltro; Jiménez (Rafael Oliveira), Jhonnatan, Fábio Matos; Tarcísio Martins, Tharcysio e Matheus Carvalho.
Rafael Oliveira, por sinal, participou da atividade final, estando, assim, apto para o Clássico das Emoções. Ele tinha uma lesão na região posterior da coxa direita.

O jogo-treino

No primeiro tempo, com os titulares, o Náutico saiu derrotado por 1 a 0. Apesar do placar, contudo, foi superior. O gol sofrido foi em falta lateral, chutada diretamente, cobrindo o goleiro Jefferson. A jogada, aliás, foi a única finalização do Retrô.
Mesmo tendo mais posse de bola e jogando no campo de ataque, as melhores chances do Náutico saíram de bola parada – tendo a equipe esbarrado na postura defensiva do Retrô. Thiago e Danilo Pires cobraram boas faltas frontais, exigindo boas intervenções do goleiro Wallef.
A etapa complementar seguiu com um cenário similar ao do primeiro, com a equipe do Retrô FC recuada, defendendo o resultado.
Com o time totalmente modificado, o Náutico chegou ao empate em cobrança de pênalti. Jhonnatan finalizou de fora da área, o goleiro do Retrô deu rebote e, na busca pela bola, Fábio Matos chegou antes do adversário e foi derrubado. Na marca da cal, Jiménez bateu bem e fez.
A virada veio em nova participação de Fábio Matos. Após boa jogada de Rafael Oliveira, acionado no fim na vaga de Jiménez – tendo o Náutico passado a atuar com quatro atacantes -, o centroavante finalizou e o goleiro defendeu. No rebote, Fábio completou para o fundo das redes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *