Dal Pozzo revela que Náutico tentou repatriar Thiago;

ADAURY VELOSO –

Comandante do jogador na campanha da Série C, quando foram campeões nacionais juntos, Dal Pozzo contou que está feliz com o retorno do jovem ,  O mais novo reforço do Náutico é um velho conhecido. Após deixar o Timbu em dezembro, o atacante Thiago foi emprestado pelo Flamengo ao Timbu como um dos elementos para repactuar a dívida do rubro-negro carioca com o clube pernambucano. Comandante do jogador na campanha da Série C, quando foram campeões nacionais juntos, Dal Pozzo contou que está feliz com o retorno do jovem prata da casa e revelou que o Alvirrubro tentou repatriá-lo anteriormente.

“O Thiago não era uma prioridade, pois estamos bem servidos do lado direito, mas queríamos uma peça de reposição com uma característica diferente. Quando tínhamos tentado lá em fevereiro, não imaginamos que teríamos esse sucesso para a sequência do Brasileiro. Até que, por conta das parcelas que o Flamengo tinha a pagar para o Náutico, foi feito o acordo e, para a nossa felicidade, o Thiago está de volta. Estou muito feliz com a volta dele. Pela qualidade, por aquilo que ele representa e pela identificação que ele tem o nosso torcedor. É um garoto formado na base e tenho certeza de que vai nos ajudar muito”, contou Dal Pozzo.
O jogador foi vendido ao Flamengo em dezembro de 2019 por 1,3 milhão de euros, que foram divididos em cinco parcelas, das quais quatro seriam pagas ao Náutico e uma diretamente a Thiago. Assim, o Timbu receberia uma no ato da compra e as outras três em meses alternados (abril, junho e agosto). A última, em outubro, repassada diretamente ao jogador. Porém, devido ao atraso do pagamento a ser feito em primeiro de abril devido a problemas de fluxo de caixa causados pela pandemia, os dois clubes negociaram durante um mês a repactuação da dívida, o que acabou trazendo novamente o avançado para atuar no Recife.
Essa passagem de menos de cinco meses foi destacada por Dal Pozzo, que acredita que apesar de não ter recebido a oportunidade de atuar pelo time principal do Flamengo, Thiago chega ao Náutico para seu segundo ciclo mais experiente e em busca de uma sequência para intensificar seu amadurecimento.
“Acredito que com a experiência no Flamengo, mesmo não conseguindo jogar, apenas convivendo com outros atletas e utilizando do mesmo ambiente, ele volta mais experiente, mais maduro. Não tenho dúvida que isso vai ajudar muito nesse processo de crescimento e amadurecimento dele. Eu tenho convicção na qualidade do Thiago. Um atleta que chega a ser vendido para o Flamengo, que foi campeão brasileiro e da Libertadores, nos valores que ele foi vendido, acredito que não sou só eu que enxergo isso nele. Todos nós, especialmente internamente, sabemos que é um jogador de muita qualidade.”
“Porém, ele teve uma ascensão muito rápida e em um nível de enfrentamento da Série C, que é diferente de uma Segunda Divisão e, posteriormente, da elite nacional. Não estou minimizando a qualidade dele, muito pelo contrário. Por capacidade, acredito que ele tem de ser titular até mesmo do próprio Flamengo. No entanto, ele é um jogador que está em processo de maturação em relação a comportamentos e emoções, só conseguimos confirmar isso com sequência, mas como ele é conhecido por nós e pela diretoria, não temos dúvida que ele vai jogar em alto nível e nos ajudar muito na Série B”, apontou o comandante Timbu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *