De cadeira de rodas, Neymar desembarca no Brasil ;

ADAURY VELOSO ; Atacante passará por cirurgia no sábado (3), em Minas Gerais, e a recuperação levará de dois meses e meio a três ;

Astro do PSG, o atacante brasileiro Neymar desembarcou nesta quinta-feira (1º), no Rio de Janeiro, para iniciar os preparativos para a operação que fará no pé direito e que pode afastá-lo dos gramados por até três meses.

Neymar, de 26 anos, desembarcou em um voo da Air France procedente de Paris com o médico Rodrigo Lasmar, da Seleção Brasileira, que deve ser o responsável pela cirurgia, a ser realizada no sábado, em Belo Horizonte (MG). O jogador embarcou em um jato particular para seguir para um local não revelado.

Ele deverá ser operado no Hospital Mater Dei, na capital mineira. Chamado de osteossíntese, o procedimento é feito com a colocação de um parafuso que aproxima os fragmentos do osso separados pela fissura para facilitar a cicatrização.

Inicialmente, o atacante deverá ficar uma semana se recuperando no centro de treinamento do Atlético-MG. Lasmar é médico do clube. O tempo de recuperação é de dois meses e meio até três meses. Neste caso, Neymar estará fora de toda a temporada atual do Paris Saint Germain e só voltará a jogar perto do início de preparação da Seleção para o Mundial, que acontece entre junho e julho.

Atacante desembarcou de cadeira de rodas, no Rio

Atacante desembarcou de cadeira de rodas, no Rio – Foto: Claire Dornauld Clauzel/AFP

“Não foi uma fissura simples do dedinho do pé. Foi uma fratura de um osso importante no meio do pé. O tempo de recuperação dessa fratura é em torno de dois meses e meio a três meses”, disse Lasmar. “O que nos preocupa é a saúde do jogador em primeiro lugar, que se recupere bem e esteja disponível para seu clube e para a seleção o quanto antes. Esse é o nosso desafio.”

Neymar sofreu uma lesão no domingo (25), na partida do PSG contra o Olympique de Marselha (3×0). O jogador sofreu uma entorse no tornozelo direito e uma fissura no quinto metatarso do pé direito. Ele não disputará o jogo de volta contra o Real Madrid pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, na próxima terça (6).



O médico da seleção negou qualquer problema com o departamento médico do PSG, que relutou em um primeiro momento a confirmar a cirurgia, o que só aconteceu nesta quarta-feira (28).

“O relacionamento entre a seleção brasileira e o PSG sempre foi muito bom, desde o primeiro momento estivemos em contato, alinhamos todas as informações. Fui a Paris avaliar os exames que ja foram feitos. Ontem (quarta-feira) fomos novamente para o hospital, realizamos outros exames para deixar bem claro a gravidade da fratura e a partir disso, nenhuma dúvida restou em relação ao tratamento. O tratamento conservador, sem cirurgia, apresenta risco bem maior de refratura, não podemos correr esse risco”, explicou Lasmar.

lesão no tornozelo fez Neymar chorar durante a vitória do Paris Saint-Germain sobre o Olympique de Marselha

lesão no tornozelo fez Neymar chorar durante a vitória do Paris Saint-Germain sobre o Olympique de Marselha

lesão no tornozelo fez Neymar chorar durante a vitória do Paris Saint-Germain sobre o Olympique de Marselha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *