Decisão Bonito é campeão da Série A2 do Pernambucano;

ADAURY VELOSO =

Final foi disputada na Arena de Pernambuco, com confronto entre Decisão e Retrô Brasil e título foi definido nos pênaltis após empate em 2 a 2;

Após sagrarem acessos inéditos à elite do futebol pernambucano, Decisão Bonito e RetRô Brasil fizeram, na noite deste sábado, a final da Série A2 do estadual, para encerrar a temporada 2019 dos clubes. Após um empate em 2 a 2 no tempo regulamentar, o título foi definido nos pênaltis a favor da equipe de Bonito, por 3 a 1.

Foram necessários apenas trinta segundos de bola rolando para um lançamento direto do sistema defensivo do Retrô sobrar em uma bola dividida pelo alto entre o goleiro Valdir e o atacante Sillas Gomes, melhor para a promessa do Santa Cruz, que subiu mais alto e cabeceou para abrir o placar em São Lourenço da Mata.
A chance de empate também não tardou. Aos cinco minutos, em mais um lançamento direto, dessa vez do Decisão, Pedro Maycon foi derrubado na área e o árbitro assinalou pênalti para o clube bonitense. Renato Henrique, artilheiro do torneio, bateu rasteiro, no meio do gol, para a defesa do goleiro Wallef.
O Decisão seguiu pressionando pelo gol de empate, mas só conseguiu chegar a ele no final da primeira etapa. Em mais uma ligação direta, a bola chegou até Raniel, na ponta esquerda, que entrou como quis pela área e passou para Luan, na pequena área, bater no contrapé do goleiro e igualar o placar na Arena.
Logo aos dois minutos do segundo tempo, Sillas Gomes voltou a balançar as redes, mas a posição irregular de Joélson no início da jogada, anulou o gol. Mas, mesmo assim, o Retrô comemoro logo na sequência, quando, aos seis minutos, Luquinhas, que tinha acabado de entrar, foi à linha de fundo, cruzou para trás, a bola sobrou com Gustavo Bomba, que, ajeitou e bateu bonito por cobertura para colocar o Retrô novamente na frente.
O empate, dessa vez, demorou menos. Pouco mais de dez minutos depois, Pedro Maycon bateu falta da esquerda e Alenilson apareceu no meio da área para desviar para o fundo das redes, de cabeça. Daí até o fim do jogo, as duas equipes tiveram boas oportunidades, mas não conseguiram converter e a definição foi decidida na marca da cal.
Já na primeira cobrança, o vice-artilheiro da Série A2, Joélson, do Retrô, mandou em cheio no travessão. Para o Decisão, Pedro Maycon converteu, mas o chute de Alan foi para fora, deixando o clube de Bonito em grande vantagem. Denílson e Sávio marcaram para o Decisão, Jeremias e Léo Cotia para o Retrô. Com um 3 a 1 a favor, Renato Henrique podia ter sagrado o título do Decisão, mas, assim como no tempo regulamentar, ele não converteu. Mas, na bola seguinte, Luquinhas também desperdiçou e o Decisão Bonito se sagrou campeão pernambucano da Série A2.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *