Sport volta à Arena de Pernambuco para valer histórico;

ADAURY VELOSO;

SPORT

Diante do Corinthians misto, Sport volta à Arena de Pernambuco para fazer valer histórico

Equipe tem 61,5% de aproveitamento no local e já levou 577 mil de público;

Diante de um time misto do Corinthians, o Sport, às 16h deste domingo, volta a ser mandante na Arena de Pernambuco. Um estádio em que não é exagero definir como segundo teto para o leoninos. Pelo menos, na força dos números. A equipe disputou 26 partidas no local. Venceu 13. Empatou nove. Perdeu apenas quatro. Tem, portanto, um aproveitamento de 61,5%. Nas arquibancadas, a presença também é forte. A média, quando recebe uma equipe, é superior a 22 mil pessoas (veja os números abaixo).

Com a força desse retrospecto, os rubro-negros se apoiam nos números para iniciar uma série de partidas na Arena de Pernambuco. Inicialmente, a diretoria, que negocia jogo a jogo com o governo do estado, pretende mandar outros três jogos no espaço: São Paulo (18ª rodada), Palmeiras (26ªrodada) e Flamengo (36ª rodada). Antes, porém, o Corinthians se mostra o primeiro grande obstáculo para manter a fama trazida pela história escrita no estádio.
Contra a equipe paulista, o Sport tem o primeiro grande teste da Série A como mandante. Um time que, desde o início, luta para manter a condição de campeão nacional ainda que venha se metade do time titular. Nesse cenário, Claudinei Oliveira ainda tenta ajustar a perda de dois jogadores titulares. Impedidos de atuarem por força contratual, o volante Fellipe Bastos e o meia Marlone são desfalques da vez.
A dupla vinda do Corinthians, por sinal, é uma das responsáveis por uma das jogadas que deram certo para o Leão na competição. Marlone cobra o escanteio, Fellipe Bastos desvia e uma terceira peça vem de trás para completar. Foi assim nos gols de Rogério e Cláudio Winck. Sem eles, porém, o treinador rubro-negro conta com dois reforços de peso. Aptos fisicamente, o meia Michel Bastos e o atacante Rafael Marques.
Atuando centralizado, esse último, aliás, é uma das novidades na equipe titular junto com Everton Felipe, caindo pela ponta direita. A dupla supre a lacuna dos desfalques. Já Michel Bastos ganhará a companhia de Deivid no banco de reservas, com grandes chances de serem acionados ao longo do confronto.
“O que gera um pouco de dúvida é não saber o Corinthians que vem. Mas a equipe deve ser a que iniciou o treino, com o Everton e o Gabriel, que fizeram um bom treino. A gente está enfatizando muito a competitividade. Você pode ter meias no time, desde que voltem para marcar”, declarou Claudinei, que ainda avaliou o rival com muito respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *