Diretoria do Santa Cruz traça perfil de novo técnico:

ADAURY VELOSO;

SANTA CRUZ

Diretoria do Santa Cruz traça perfil de novo técnico: ‘É saber jogar com os pratas da casa’

Pendências financeiras estão sendo resolvidas, mas dirigente afirma que na segunda semana de outubro começarão as buscas pelo novo comandante;

Após pouco mais de um mês da saída de Roberto Fernandes do comando técnico do Santa Cruz, quando o tricolor perdeu para o Operário e não conseguiu o acesso para a Série B, a diretoria coral, neste final de ano, começou a traçar o perfil do novo treinador que seguirá no comando da equipe para a temporada 2019. E, com o aperto financeiro sendo uma realidade que bate a porta dos corais, a estratégia será investir em quem saiba jogar com os pratas da casa: “a gente vai dar prioridade ao técnico que abrace essa nova proposta do Santa Cruz”.

Com a escolha do novo no técnico desenhada pela cúpula coral, o foco da diretoria é encontrar um profissional que, além do fator experiência, adeque-se às novas propostas do clube.  “A gente não vai transigir com essa questão de ter o nosso grupo. Os jogadores formados pelo Santa que despontaram no Brasileiro de Aspirantes e outros que se destacaram nos campeonatos de base serão integrados ao elenco profissional”, explicou o vice-presidente de futebol, Felipe Rêgo Barros .
Tendo em vista a proximidade com início de pré-temporada para o Tricolor do Arruda, que iniciará suas atividades no final de novembro, o vice presidente admitiu estar tranquilo com os prazos para admissão do novo técnico, com discurso de maior atenção às pendências financeiras do clube, ainda abertas neste final de temporada. “Essa questão de comissão técnica vai entrar em pauta na segunda quinzena de outubro. Agora, nós estamos fechando as nossas questões financeiras, programando um cenário para 2019”, pontuou.

Mudança constante

Caso o acerto do novo comandante se encaminhe da forma projetada pela cúpula coral, o Santa Cruz terá, somente nesta temporada de 2018, o seu quarto treinador, mesmo que agora não encare a maratona de jogos oficiais. Após a queda para a Terceirona em 2017, veio Júnior Rocha, PC Gusmão e, por último, o técnico Roberto Fernandes comandando a equipe, que agora treina o CRB. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *