Dudu Capixaba ganha tempo ;

ADAURY VELOSO ;

NÁUTICO

À frente do Náutico em mais um jogo, Dudu ganha tempo em busca da efetivação como técnico

Vice alvirrubro Diógenes Braga revelou que Timbu segue no mercado buscando um treinador, mas voltou a dar crédito ao trabalho do interino ;

Ainda sob observação da diretoria do Náutico, o técnico Dudu Capixaba está confirmado para colocar o time em campo no próximo sábado, diante da Juazeirense, no sertão baiano, pela 6ª rodada da Série C. A partida será a segunda da equipe sob o comando do interino que venceu na sua estreia sobre o Salgueiro por 3 a 0. Nesta quinta-feira, o vice-presidente alvirrubro Diógenes Braga confirmou que o clube segue atento ao mercado em busca de um novo treinador. Porém, enquanto o perfil desejado não é encontrado, Dudu vai ganhando tempo.

“Hoje é quinta-feira e quem coloca o time em campo é Dudu. Essa semana se continuou a observação de mercado com relação a treinadores e não modificou muita coisa. Enquanto isso o trabalho vai sendo tocado. Não podemos tomar decisões precipitadas. Existem processos evolutivos e o que a gente vê é um trabalho sendo conduzido. Se surgir um nome que seja de consenso, dentro de um perfil adequado e da nossa realidade financeira a gente pode evoluir. Do contrário, a situação de continuidade do trabalho é natural”, pontuou Diógenes.
Dentro desse cenário, mais uma vez o vice alvirrubro não quis estipular prazos, nem para a contratação de um novo técnico, nem para a efetivação de Dudu Capixaba a frente da equipe. Ao mesmo tempo, dentro da gama de observações feitas sobre o trabalho do interino, o dirigente revelou que a pouca experiência é um dos pontos que estão sendo analisados. Com 34 anos, Dudu Capixaba é o técnico mais novo das três principais divisões do futebol nacional.
“Não estamos preocupados com prazo e não estamos atrelados à questão de resultados. Entendo que a qualidade do trabalho, o desempenho, a evolução do time e o ambiente do dia a dia é que podem levar a essa situação (efetivação). Tudo é um processo evolutivo e pode ser que ele mature antes do prazo ou que esse prazo termine e ele não esteja realmente pronto. O que acontecer primeiro, ou a gente encontrar um treinador de consenso ou o trabalho (de Dudu) ser consolidada, vai ser efetivado”, destacou.
“A questão (da idade) não nos preocupa, mas é levada em consideração sim. Não levo em conta a idade e sim a vivência. Existem treinador com idade mais avançada, mas sem tanta vivência e outros mais jovens com uma vivência muito boa. Por isso, o que temos que observar no trabalho é o dia a dia e o que isso tem se refletido dentro de campo”, concluiu Diógenes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *