Em reencontro com Vinícius Eutrópio, Everton Santos quer reviver sucesso do passado no Santa Cruz

Adaury veloso;  O último acesso do Figueirense à Série A, em 2013, teve um herói em campo. Comandado justamente pelo atual técnico do Santa Cruz, Vinícius Eutrópio, o atacante Everton Santos foi quem fez o gol que garantiu o retorno do time catarinense à elite na última rodada da Segunda Divisão daquele ano. Era uma das referências da torcida. Hoje, no Tricolor e novamente comandado pelo treinador, o jogador quer construir uma história semelhante no Tricolor Pernambucano nesta temporada.

O gol em questão feito por Everton Santos foi no empate em 1 a 1 com o Bragantino, em Bragança Paulista. Resultado que garantiu o Figueira com a quarta vaga do G4 da Série B de 2013. Após ter deixado a equipe de Santa Catarina na temporada seguinte, o atleta foi jogar na Coreia do Sul antes de voltar ao Orlando Scarpelli, no início do ano passado, novamente por indicação do Eutrópio. Em seu retorno, no entanto, não obteve o sucesso esperado e, reserva, amargou o rebaixamento no Brasileirão.

Agora, Everton Santos visa a uma retomada. Espera voltar a ser o jogador que foi em 2013 no Figueirense e deseja reeditar aquela campanha do acesso à elite, agora no Santa Cruz. “Sem dúvidas (quero repetir). Tive uma passagem marcante pelo Figueirense. Fui vencedor em 2013 e gostaria de repetir. Vou trabalhar para isso”, declarou o atacante.

Revelado pelo Santo André-SP, Everton Santos, hoje com 30 anos, ainda teve passagens por Bragantino, Corinthians, Paris Saint Germain (França), Fluminense, Albirex Nigata (Japão), Goiás, Ponte Preta, Goiás e pelos sul-coreanos Seongnam Ihwa, Seoul e Ulsan Horang. Além de ter sido jogador de comandante coral no Figueirense por duas vezes (em 2013 e no ano passado) trabalhou com o técnico também no Fluminense, em 2009, quando Eutrópio era coordenador. “Estou bem adaptado ao trabalho dele. Ele visa trabalhos técnicos, a parte tática, posicionamento. Gosta de uma equipe bem organiza na defesa e no ataque. Particularmente, gosto do estilo dele e acho que ele tem muito a acrescentar aqui”, opinou Everton Santos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *