Eutrópio ; significado de Santa Cruz x Sport: “Muita mágoa para quem perde”

Adaury veloso;  Numa análise fria e estritamente numérica, uma vitória sobre o Sport vale os mesmos três pontos que qualquer outra no hexagonal do Campeonato Pernambucano. Mas derrotar o Leão neste sábado, no Arruda, tem um significado muito maior, assegura o técnico do Santa Cruz, Vinícius Eutrópio. A partida ultrapassa as fronteiras da matemática e atinge o nível psicológico dos vencedores e perdedores do Clássico das Multidões. O comandante coral, portanto, destaca a relevância de ganhar do rival.

Segundo Eutrópio, a importância de vencer não está ligada às provocações feitas pelo meia rubro-negro Everton Felipe. Algo que diz se manter alheio. Derrotar o Sport envolve uma carga emocional já intrínseca a clássicos como este. “Não se pode tratar um jogo de rivalidade igual aos outros. Não trato. A semana é diferente, a montagem dos treinos é diferente, a preparação dos jogadores é diferente. Vale os mesmos três pontos, mas o valor da vitória tem um peso e um teor muito bom, saboroso demais para quem ganha e muita mágoa para quem perde”, pontuou o técnico.

O técnico teve a semana livre de jogos para treinar o elenco visando ao clássico. Entre as atividades de praxe, Eutrópio adiantou que os trabalhos psicológicos também fizeram parte da preparação. “Aproveitamos para dar um descansada nos jogadores, atacamos os nosso pontos defensivos, ofensivos e opções em caso de substituição de jogador. Gosto também de fazer trabalho internos, com dinâmicas. Ficamos aqui após os treinos para fortalecer essa unidade de grupo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *