Fernandes faz alusão ao Náutico e quer Santa forte no Arruda:

ADAURY VELOSO ; 

SANTA CRUZ

Roberto Fernandes faz alusão ao Náutico e quer Santa Cruz forte no Arruda: ‘Carrego na veia’

À frente do Tricolor, técnico teve uma queda de rendimento pessoal, quando comparado desempenho à frente do Náutico nesta temporada;

Mais do que em qualquer outro momento da temporada, o Santa Cruz precisa de uma regularidade mínima que seja como mandante nesta reta final da Série C. A três jogos de encerrar a primeira fase da competição, o Tricolor terá o desempenho no Arruda como fiel da balança para o futuro do clube em 2018. Com duas dessas partidas em casa, a obrigação será a de se transformar. De, quem saber, buscar inspiração no rival. À frente do Náutico no Campeonato Pernambucano, o hoje técnico coral Roberto Fernandes teve 100% de aproveitamento em casa. Longe de repetir o percentual pelo Tricolor, o próprio treinador buscou o exemplo do passado recente para ressaltar que a missão é difícil, mas plenamente possível.

Como mandante pelo Timbu em 16 partidas este ano, Roberto Fernandes conseguiu conquistar 81% dos pontos em casa. Pelo Santa Cruz, em quatro partidas, somou apenas 58%. Um aproveitamento que não é exclusividade do técnico atual. Afinal, em 16 jogos no Arruda este ano, o Tricolor obteve exatamente o mesmo percentual de pontos que Roberto conseguiu até aqui. Muito pouco pela tradição coral e, pior, insuficiente, se o time repetir a média nos jogos que restam até o final da fase atual.
“Não quero fazer comparações, mas preciso referendar o meu trabalho. Sob o meu comando, no ano, o Náutico perdeu só um jogo em casa. No Campeonato Pernambucano teve 100% de aproveitamento. Então, isso é uma coisa que carrego na veia. A gente tem uma torcida que chega junto, não só em quantidade, mas que também chega junto no apoio. Então não tem justificativa. Nós precisamos ter um comportamento avassalador dentro de casa. Nós temos que botar o adversário, seja ele quem for, da intermediária para trás e pressionar até conseguir o resultado”, ressaltou Roberto Fernandes.
De acordo com o site especializado em estatística Chances de Gol, 27 pontos garantem em 90% um clube na fase seguinte. Para tanto, o Santa Cruz precisa somar pelo menos duas vitórias nos três jogos que restam – atualmente, soma 21 pontos. O primeiro deles, contra o Confiança, no próximo sábado, no Arruda. Em seguinte, o time irá enfrentar a Juazeirense, fora de casa, antes de fechar a fase contra o Salgueiro, novamente no Arruda.
“Claro, temos o jogo fora ainda contra a Juazeirense, evidente que ninguém vai abrir mão, vamos para lá para somar pontos, mas eu quero bater nessa tecla. Serão três jogos, nós temos dois em casa. Próximo sábado, 15h30, contra o Confiança, e 15 dias depois o Salgueiro, 19h30. É ali que temos que cravar a nossa classificação”, pontuou o técnico coral.

Roberto Fernandes como mandante em 2018…

…pelo Náutico
16 jogos
12 vitórias
3 empates
1 derrota
29 gols pró
14 gols sofridos
81% de aproveitamento
…pelo Santa Cruz
4 jogos
2 vitórias
1 empate
1 derrota
4 gols pró
2 gols sofridos
58% de aproveitamento

Aproveitamento geral do Santa Cruz
como mandante em 2018

16 jogos
7 vitórias
6 empates
3 errotas
24 gols pró
16 gols sofridos
58% de aproveitamento

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *