FPF interdita Ademir Cunha .

Cbh6M0tWEAAYKRb

O presidente da Federação Pernambucana (FPF) teve de ver para crer. Após as reclamações da diretoria do Náutico sobre as péssimas condições do Ademir Cunha, Evandro Carvalho foi ao estádio de Paulista para saber se as críticas tinham fundamento. A constatação do mandatário foi de que a praça esportiva não tem condições de receber jogos e, por isso, será interditado tempo indeterminado. Isso mesmo depois de sediar uma partida do América no Hexagonal do Título e três do Primeiro Turno do Campeonato Pernambucano, nesta temporada.

“O regulamento prevê que a FPF deve realizar vistorias antes e durante as competições. A imprensa reclamou muito das condições do Ademir Cunha após as partidas e treinos do América. Fizemos uma vistoria ontem e hoje, e a conclusão é de que o gramado está impraticável. Interditamos o estádio por tempo indeterminado. E a FPF fará uma intervenção para recuperar o gramado. Isso deve durar algo em torno de 30 a 40 dias”, explicou Evandro Carvalho.

Com a interdição do Ademir Cunha, a tabela do Estadual sofrerá alterações. A primeira delas será no confronto entre América e Náutico, marcado para a próxima segunda-feira, às 20h30. O Mequinha tem até a sexta-feira para definir o novo local.

“O América foi notificado e vai escolher em qual estádio mandará seus jogos. Para a partida contra o Náutico, essa decisão tem de ser tomada até esta sexta-feira (19), ao meio-dia. Pode ser na Arena Pernambuco, Ilha do Retiro ou Arruda”, pontuou o mandatário da FPF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *