garotos do Náutico têm missão de acabar “seca” de gols

ADAURY VELOSO ;

O Náutico não está só há quatro jogos sem ganhar. No mesmo período, não faz gol. Com cobranças em alta, o setor ofensivo é o mais visado. Do atual trio de ataque, o mais velho é Alison, de 21 anos. Jefferson Nem tem 20 e Erick, 19. Para o técnico interino Levi Gomes, que vai comandar o Náutico contra o Belo Jardim, na próxima segunda-feira, pelo Pernambucano, são os atletas mais jovens que costumam sentir nos momentos de pressão.

– Erick e Nem são jovens. No ano passado, Nem foi bem, fez gols no Brasileiro e começou bem neste ano, fazendo dois gols na nossa estreia. São momentos. Nos resultados negativos, sempre os jogadores mais jovens sentem mais. Mas eles vão ter mais tranquilidade na finalização com Alison, Giva, Anselmo, que são mais experientes. Quando não se ganha, gera desconfiança. Mas eles têm oportunidade e essa é a função deles.

O meia Marco Antônio, um dos responsáveis por municiar o ataque, é o mais experiente do setor ofensivo. Ele, que tem 32 anos, disse que o time inteiro vem sofrendo com a ansiedade. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *