Goiano sai em defesa de Jorge Henrique e Luiz Henrique;

ADAURY VELOSO;

Técnico alvirrubro enfatizou importância dos dois jogadores para a equipe;

O triunfo por 2 a 0 sobre a Acadêmica Vitória foi mais uma partida em que dois dos principais jogadores do elenco do Náutico mais uma vez tiveram atuações apagadas. No caso, o volante Luiz Henrique e o meia-atacante Jorge Henrique. Após a partida, o técnico Márcio Goiano foi questionado sobre o rendimento dos dois jogadores e saiu em defesa de ambos. Para o treinador alvirrubro, os atletas seguem tendo a sua confiança e ainda irão ajudar muito a equipe ao longo da temporada.

Sobre Luiz Henrique, Márcio Goiano destacou que o prata da casa foi pouco aproveitado quando foi cedido por empréstimo junto ao Bahia, na reta final do Campeonato Brasileiro do ano passado, e que por isso ainda não está no seu ritmo de jogo ideal. Mesmo sendo um dos atletas do elenco a estar em campo em todas as sete partidas disputadas pelo Timbu até o momento.
“O Luiz é um atleta que na minha chegada me impressionou bastante. Lógico que tínhamos outra composição com jogadores agressivos na marcação e que conseguiam reter um pouco mais a bola no ataque. Mas temos que viver o momento. Ele também foi para o Bahia e jogou pouco, ficou apenas treinando. Porém sabemos do potencial do atleta. Ele vai se fortalecendo fisicamente. É um jogador que sempre está na recomposição e tem uma transição ofensiva muito boa e isso acaba dando um desgaste natural. Tenho falado com ele sobre evolução porque é um atleta muito importante para o Náutico”, pontuou.
Já sobre Jorge Henrique, principal contratação do clube para a temporada, Márcio afirmou que o próprio jogador vem se cobrando por melhores atuações. E que elas virão com o tempo. “O Jorge tem um currículo vencedor e lógico que quando não consegue uma tranquilidade para ter o controle de jogo acaba gerando uma insatisfação. Ele sabe que pode dar algo mais. Nós confiamos e acreditamos que ele vai evoluir junto com todo mundo”
O treinador também revelou que vem conversando rotineiramente com o jogador sobre o seu desempenho. Vale ressaltar que com Márcio Goiano, Jorge Henrique vem atuando de forma mais recuada no meio de campo, longe do ataque.
“Temos conversado com ele sobre a evolução. Hoje ele está fazendo a função de armação, de criação. Sempre visualizamos novamente o jogo para analisar o desempenho dos atletas, principalmente aqueles que detectamos que poderia ter feito uma apresentação melhor. O Jorge a gente sabe da capacidade, exige uma condição melhor e ele sabe disso. Ele sabe que pode nos ajudar mais. E tenho certeza que ele vai conseguir isso”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *