Goleiro Júlio Cesar critica Everton Felipe por polêmicas e exalta Santa Cruz x Sport

Adaury veloso;  Julio Cesar já jogou duas vezes contra o Náutico com a camisa do Santa Cruz. Agora, o ex-goleiro alvirrubro vai enfrentar o Sport pela primeira vez defendendo o Tricolor. Mesmo com menos de dois meses no Arruda, o camisa 1 já foi capaz de diagnosticar a relevância de uma partida com o rival rubro-negro. Diz que é um jogo “diferente”. Reconhece até que o duelo tem uma importância maior que os clássico com o Timbu. Sabe, portanto, que o momento é de concentração e evita entrar em polêmicas. Aliás, critica quem tem buscado as provocações, como o meia leonino Everton Felipe.

Everton estendeu suas zoações das redes sociais até a uma coletiva, reafirmando que “o Santa Cruz é Série B”. O volante Elicarlos já havia minimizado as recentes declarações do rubro-negro. Mas Julio foi mais além. Mostrou desaprovação à atitude do jogador do Sport e acredita o meia ainda vai amadurecer.

“Eu já tenho 32 anos e passei daquela época. Isso é coisa que não acrescenta em nada. Eu ouvi algumas declarações do Everton Felipe. Ele é um menino ainda, vai ver que isso não leva a muita coisa. Vai ver que o bacana é ter uma postura igual a do Magrão, a do Durval, que são respeitosos com qualquer adversário. Mas faz parte. A gente não tem que ficar com ‘mi mi mi’. Se ele gosta, tem que fazer mesmo. Deixa ele fazer. A gente tem que manter o foco no jogo. Zoação a gente deixa para o torcedor e para quem gosta de fazer.”

Polêmica à parte, Julio Cesar destaca a dimensão do Clássico das Multidões de sábado, no Arruda – pelo Campeonato Pernambucano. Admite que o jogo é mais significativo para a torcida que os confrontos do Santa com o também rival Náutico. “Para mim, não tem diferença, mas sei que para o torcedor tem um significado a mais pela rivalidade, pelos dois times estarem disputando títulos nos últimos anos. A gente sabe que tem algo diferente. Vale os mesmos três pontos, mas pela confiança e pela moral que uma vitória pode dar, vale muito mais”, avaliou.

O goleiro contou ainda que estes dias pré-Clássico das Multidões tem sido incomuns. “Sempre tem um rival que a torcida tem um pouquinho mais de raiva, rivalidade. Algo especial. Essa semana foi diferente nas ruas, no clube e nas redes sociais. Os torcedores ficam mais ansiosos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *