Gustavo Dubeux acumulará cargo na diretoria de futebol do Sport

Adaury veloso;  No início da noite de ontem  Dubeux,  deu a entender que aceitaria o convite. “Eu estou pendendo a aceitar. Por conta da minha pouca disponibilidade de tempo, vai depender da equipe que ficará à disposição. Quero montar uma equipe que me dê suporte para desempenhar uma boa função”. Pouco tempo depois, o próprio Arnaldo Barros confirmou, em entrevista à Rádio Jornal, que Dubeux concordou em assumir o cargo.

Com o “sim” de Dubeux, o nome de Homero Lacerda sai de cena. O também ex-presidente era cotado para ser o “plano B” para o futebol do clube, caso Gustavo Dubeux declinasse da proposta. Para isso, ele abriria mão da presidência do Conselho Deliberativo (com uma licença).

No cenário ideal pensado por Arnaldo Barros, Gustavo Dubeux assumiria a vice-presidência de futebol, sendo auxiliado por Guilherme Beltrão e Augusto Carreras, além de um executivo de futebol, remunerado, mantendo o sistema da atual gestão do Sport. O nome Alexandre Faria, que já esteve no Náutico, estava praticamente fechado, mas o acerto parece ter esfriado. Dois fatores contribuíram: a rejeição ao nome dele, após o vazamento da notícia, no último domingo; e o contrato que ele acertou com o Paysandu, em novembro deste ano.

Treinador
Após a definição do comando do futebol e do seu novo executivo, o Sport voltará suas atenções ao comando técnico. Primeiro, haverá uma conversa com Daniel Paulista, que terminou a temporada à frente do time. Ele ainda está de férias e aguarda um contato da direção para definir o futuro. Contudo, está nos planos da diretoria contratar um técnico com rodagem. Ney Franco aparece como mais cotado, por um ser um nome bem visto nos bastidores rubro-negros, mas as negociações não podem andar antes de uma decisão sobre a gestão do futebol.

“Qualquer nome, neste momento, é especulação. O único nome que temos confirmado para o futebol até o momento é o do vice-presidente Gustavo Dubeux. Dizer que já falei com treinador A, B ou C, não é verdade. Se temos treinador, hoje, é Daniel Paulista. Que, inclusive, se vai ficar ou não, vamos depender da decisão a ser tomada junto com Gustavo Dubeux”,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *