Ídolo do Santa Cruz, goleiro Tiago Cardoso acerta rescisão e pode ir para o rival Náutico

Adaury veloso;  Ídolo do Santa Cruz, símbolo do renascimento do clube, Tiago Cardoso pode ir parar no rival Náutico na próxima temporada. Com a saída praticamente sacramentada do Tricolor (a rescisão contratual vai ser assinada nesta segunda-feira), ele estaria próximo de um acerto com o Timbu. As fontes oficiais, por enquanto, negam a negociação. Os dois lados, a direção alvirrubra e o empresário do jogador, confirmam apenas que houve uma sondagem por parte do clube.

A decisão de Tiago Cardoso em deixar o Santa Cruz já vinha sendo pensada há algum tempo. O desgaste sofrido durante a Série A foi pesado para o goleiro, que sentiu a perda de confiança de parte da torcida, a ponto disso influir nas suas atuações dentro de campo. Por isso, ao fim da temporada, veio uma conversa com a direção, que pretendia propor um reajuste salarial ao camisa 1. Assim, em comum acordo, ficou acertada a rescisão do contrato, já que havia mais um ano a cumprir.

Essa rescisão deve ser assinada nesta segunda-feira pelo presidente do Santa Cruz, Alírio Moraes. Ao menos foi essa a promessa que o dirigente fez ao empresário Ytalo Pontes, que cuida dos interesses de Cardoso. Assim que o documento for oficializado, o representante disse que vai iniciar as negociações com os vários clubes que fizeram sondagens pelos jogador. Entre eles, o Náutico, de acordo com Pontes. “Ele chegou a ser procurado pelo Náutico e por outros clubes. Mas só vamos iniciar qualquer negociação depois que sair a rescisão”, afirmou.

Permanecer no Recife é uma ideia que agrada bastante a Tiago Cardoso. Por isso, o Náutico aparece como um forte candidato na disputa pelo goleiro. Um indício desse interesse é que o jogador, que havia colocado seu apartamento na cidade para vender há alguns meses, está, agora, tentando desfazer o negócio. A informação foi confirmada por uma pessoa próxima a ele.

Pelo lado do Náutico, também foi confirmada a sondagem por Tiago Cardoso. Por enquanto, porém, oficialmente, a direção nega que vá levar a negociação à frente. De acordo com o diretor de futebol Eduardo Henriques, a prioridade seguiria sendo o titular da temporada 2016, Júlio César. Uma primeira conversa já foi realizada, mas a direção aguarda o retorno dele das férias para aprofundar a tratativa. “Chegamos a sondar Tiago, mas ele é muito caro. Hoje, nossa prioridade é Júlio César”, disse o dirigente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *