Ingressos da final começam a ser vendidos nesta terça, em Caruaru;

ADAURY VELOSO ;

NÁUTICO

Ingressos da final começam a ser vendidos nesta terça, em Caruaru, para torcida do Central

Ao todo serão disponibilizados 3.880 bilhetes para os alvinegros. Toda a carga de 38.880 entradas para a torcida do Náutico já foi esgotada ;

Após a torcida do Náutico esgotar a sua cota de 38.880 ingressos para a segunda partida da final do Campeonato Pernambucano, no próximo domingo, na Arena de Pernambuco, chegou a hora do torcedor do Central garantir a sua presença na decisão. Nesta terça-feira será iniciada a venda dos 3.880 bilhetes destinados aos alvinegros, que ficarão no setor norte superior. Os valores serão de R$ 40, com meia-entrada para estudantes. As vendas ocorrerão nos shoppings Difusora e Caruaru.

Caso toda a carga de ingressos destinados à Patativa também se esgote, estará quebrado o recorde de público da Arena de Pernambuco em jogos entre clubes, com 42.680 torcedores. A marca atual pertence ao jogo entre Sport e Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro do ano passado, que registrou 42.025 pessoas.
Já o recorde absoluto de público do estádio segue sendo o do confronto entre Brasil e Uruguai, em 2016, pelas eliminatórias da Copa do MUndo, com 45.010 torcedores.
De acordo com diretor de planejamento e gestão do Náutico, Luciano Leonídio, por medida de segurança, não haverá uma nova carga de ingressos destinada aos alvirrubros. “Infelizmente não tem mais e não há como vender mais. Os ingressos do Central são para um determinado setor da Arena (norte superior), cuja entrada é única. A carga da torcida do Náutico foi essa e já está esgotada. Não cresce mais”, afirmou.
O dirigente também comentou sobre a ação de cambistas, que chegam a vender ingressos para o setor oeste inferior por R$ 130 (o valor original er R$ 60). Para Luciano é difícil combater a ação dos atravessadores. “Na venda avulso limitamos cinco ingressos por pessoa. Na do sócio, ele poderia comprar apenas o dele e do dependente. Mas da nossa carga de ingressos, um terço foi vendido pelo nosso aplicativo. Talvez só quando essa venda for R$ 100% pelo celular se acabe com o cambista”, afirmou. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *