Jaílson aprimora pontaria visando acesso do Santa Cruz;

ADAURY VELOSO ;

SANTA CRUZ

Destaque contra Operário, Jaílson aprimora pontaria visando acesso do Santa Cruz no Sul

Autocrítico, atacante afirmou que tem buscado aperfeiçoar suas finalizações;

Contratado pelo Santa Cruz como destaque absoluto do Fluminense-BA na Série D, em pouco tempo o meia-atacante Jaílson conquistou sua cadeira cativa no time titular do técnico Roberto Fernandes. Com status de quem chegou como artilheiro da Quarta Divisão, com sete gols, o atleta pernambucano de 25 anos mantém uma média interessante pelo Tricolor. Em dez partidas, balançou as redes três vezes. Pela primeira vez disputando um acesso na carreira, Jaílson afirmou que está trabalhando para aperfeiçoar um ponto que tenho o deixado insatisfeito: a pontaria.

Jaílson deu dor de cabeça à defesa do Operário no último domingo, no Arruda. Foi o principal alvo dos defensores paranaense. Em cima dele, saíram pelo menos cinco faltas perigosas a favor do Tricolor, sem contar as vezes em que deixou amarelado os adversários. O meia-atacante, de fato, infernizou a zaga do Fantasma. Mas falhou na hora de balançar as redes.
“Uma das coisas que venho me cobrando durante a semana é a finalização. Venho tentando os gols durante as partidas, mas bola não vem entrando. Até venho tendo oportunidade, mas no último chute ela não entra. Por isso, venho me cobrando, treinando para isso e com certeza que na hora certa a bola vai entrar”, afirmou Jaílson, que não marca pelo Santa Cruz há três jogos, o maior jejum dele no clube. “Aqui no Arruda já foi difícil e lá vai ser mais difícil ainda, mas vamos focados para fazer grande partida e conseguir esse tão sonhado acesso”, acrescentou.
O jogo da volta contra o Operário-PR irá acontecer às 15h do próximo domingo, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, interior do Paraná. Para a partida, o Santa Cruz terá a vantagem do empate, visto que venceu o primeiro jogo por 1 a 0. “É minha primeira vez disputando acesso para valer. Estive no ASA, mas não estava sendo relacionado em 2016, quando disputamos o acesso. Mas jogando é a primeira vez e espero com meus companheiros conseguir esse acesso”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *