Leo Ortiz acredita em Sport em “alta intensidade” na volta do Brasileiro;

ADAURY VELOSO .

Leo Ortiz acredita em Sport em “alta intensidade” na volta do BR

Zagueiro de 22 anos deve ser o titular da defesa rubro-negra nesta quarta-feira (18), quando o Leão visita o Ceará;

O zagueiro Leo Ortiz acredita que o Sport manterá a “alta intensidade” em campo nesse retorno de Brasileirão. A expectativa do camisa 33 deve-se ao desempenho do time nos treinos na parada para a Copa do Mundo. O defensor de 22 anos deve ser titular na zaga na partida contra o Ceará, nesta quarta-feira (18), às 19h30, no estádio Presidente Vargas (CE), pela 13ª rodada do campeonato.

“A principal qualidade da nossa equipe foi correr pra caramba, um se doar pelo outro. Isso vai ser a característica do time até o final. Esse grupo está honrando a camisa do Sport. Sabemos que temos que estar organizados e ajustados taticamente, mas a dedicação é a primeira coisa que vamos colocar dentro do jogo. O torcedor pode ter certeza disso”, afirmou o zagueiro.

Leo Ortiz iniciou a temporada como titular e perdeu no início do Brasileirão a sua vaga no time. Com a suspensão de Ronaldo Alves e a lesão de Durval, a chance reaparece, e o atleta rubro-negro só pensa em ter uma grande atuação. “Tivemos essa parada que foi boa para todos descansarem, recuperarem as energias e treinarem forte. Surgiu essa oportunidade agora. Faz tempo que eu não jogo, mas tive uma boa sequência no início do ano e agora é procurar voltar bem, mostrar o meu trabalho e tentar ver se abre uma brecha para ter novamente uma sequência”, disse.

Um dos trunfos para Leo Ortiz é o bom entrosamento com o experiente Ernando – os dois atuaram no ano passado com a camisa do Internacional. “Conheço o Ernando do Inter. A gente já se fala bastante fora do campo e isso ajuda dentro. Lá do Inter, a gente treinava junto sempre. Isso facilita nos treinos aqui e vai certamente facilitar o desempenho no jogo”, avaliou Ortiz.

Sobre a formação mais ofensiva, com o meia Gabriel atuando como segundo volante, Ortiz não acredita em problemas para o setor defensivo. “Acho que a marcação vem de todo mundo, independentemente se vai começar com um ou dois volantes. A marcação inicia lá da frente. E a gente, desde o início do campeonato, vem se destacando pela ajuda de todo mundo. Independentemente de esquema, o que vale é a dedicação do elenco”, disse.

Por fim, Ortiz falou como o Sport deve atuar no estádio Presidente Vargas – a partida foi transferida do Castelão para lá. “Temos que ter maturidade e inteligência para atuar nesses campos que não são os melhores, que são mais acanhados, em que a torcida vai fazer mais pressão. A gente precisa segurar nos primeiros minutos. Temos que ter paciência e calma para saber aproveitar os espaços que eles vão dar”, pontuou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *