Magrão critica anos do Sport com defesa entre mais vazadas;

ADAURY VELOSO ;

A entrada de Durval faz parte de mais uma atitude do técnico Eduardo Baptista de ajustar um setor que sofre não só de agora. Por três temporadas seguidas, a defesa rubro-negra fica, pelo menos, entre as três piores da Série A. Não por coincidência, o time lutou nesses momentos contra a queda. Neste ano, o setor é o segundo pior, sendo vazado 36 vezes em 24 jogos. Só está atrás do Vasco, que levou 40 gols. Com esse cenário ruim, o goleiro Magrão foi direto no assunto e pediu uma mudança urgente de planejamento já visando 2019.

É algo que tem que pensar urgentemente para a próxima temporada porque não é comum o Sport passar por isso três anos seguidos e beirando o rebaixamento. Então, quem é responsável por isso, tem gente responsável, é para próxima temporada rever e fazer o trabalho diferente. Não é comum. Isso é uma série de erros que acarretaram nesses três últimos anos o Sport estar passando por isso”, disse o goleiro, que tem contrato com o Rubro-negro até o próximo ano.
O goleiro é um dos poucos que tem passado ileso à chuva de críticas no setor com defesas importantes neste Brasileirão. Apesar disso, ele também chama a responsabilidade e admite, em parte, a culpa. “Acho que todos têm culpa. Não me isento. Não é porque fiz algumas defesas que me isento de nossa equipe ter sofrido tantos gols. Mas, acho que vai muito além disso. São algumas coisas que cabe a diretoria fazer na próxima temporada.

Elogios a Durval

Críticas ao planejamento do elenco à parte, Magrão vê com bons olhos a volta do experiente Durval para o setor de defesa. Titular nas últimas quatro partidas do clube, das quais o time não sofreu gols em duas, o zagueiro é exaltado pelo também ídolo rubro-negro.
“Durval é um jogador que nos ajuda muito não somente pela experiência dele, mas ele impõe respeito aos adversários pelas atuações. É um jogador que sabe se posicionar muito bem dentro de campo e sabe também cobrar os outros jogadores. Acredito que o Sport ganha muito com ele dentro de campo até porque nos últimos jogos acho que a equipe teve uma evolução, principalmente defensiva.”

Defesas mais vazadas da Série A

Em 2018

Vitória – 40 gols sofridos
Sport – 36 gols sofridos
Vasco – 35 gols sofridos

Em 2017

Sport e  Vitória – 58 gols sofridos
Atlético-GO – 56 gols sofridos
Fluminense – 53 gols sofridos

Em 2016

Santa Cruz – 68 gols sofridos
América-MG – 58 gols sofridos
Sport – 55 gols sofridos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *