Magrão volta a treinar com bola e pode retornar para a meta;

ADAURY VELOSO ;

SPORT

Magrão volta a treinar com bola e pode retornar para a meta rubro-negra contra Cruzeiro

Ídolo do Sport passou por artroscopia no joelho direito no início de abril e, após falhas de Agenor, Maílson teve chance no gol e correspondeu com segurança ;

Após um período de incertezas na meta rubro-negra, com a lesão de Magrão e a instabilidade de Agenor, Maílson, em dois jogos, conseguiu mostrar qualidade para segurar a pressão da posição. O arqueiro de 21 anos teve atuações seguras contra o Botafogo e Paraná, e conseguiu acalmar os ânimos sobre a urgência de se contratar um novo goleiro para o Leão. Porém, o dono da camisa 1 leonina, já voltou a treinar e está em recuperação plena para voltar a jogar.

“Magrão está bem, não está sentindo dor. Fiz com ele um trabalho específico ontem, hoje também vamos fazer. E tá bem condicionado, não perdeu muito esse condicionamento, porque é um cara que se cuida bastante”, relatou o preparador de goleiros do Sport, Gilberto Lima. “Ele vai ficar treinando comigo a semana toda, e na outra semana também, para já ficar à disposição do professor Claudinei contra o Cruzeiro”, completou.
O Leão encara o time celeste pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro, no Mineirão, no dia 13 de maio – coincidentemente, o possível retorno de Magrão é no dia em que o Sport completa 113 anos de fundação -. Entretanto, a escolha se o ídolo retorna ao time titular logo contra o Cruzeiro, passará pela avaliação do técnico Claudinei Oliveira.

Maílson

O prata da casa, de 1,97m, tem dado conta do recado e se destacado pelo bom desempenho. Gilberto o acompanha desde que era do sub-20, e tem o aconselhado para aproveitar ao máximo a chance recebida. “Tudo é oportunidade. O Sport quando dá a esses garotos da casa, e é uma oportunidade que você tem mostrar seu potencial. Dei um exemplo sobre minha pessoa, que comecei no Sport aos 14 anos e tive as dificuldades de goleiro que ele teve. Magrão se machucou, Agenor entrou e a torcida não tinha confiança nele, pegou no pé dele, e apareceu essa oportunidade. Oportunidade só aparece uma vez na vida e você tem que pegar com unhas e dentes”, contou o preparador de goleiros, que foi bicampeão pernambucano vestindo a camisa rubro-negra, nos anos de 1991 e 1992.
“Ele tem um potencial muito grande, observei isso na base, vendo jogos do sub-20, Campeonato Brasileiro sub-20, Copa do Brasil sub-20, Copa São Paulo, e ele foi muito bem nessas competições, e nisso todo mundo ficou de olho. Ele estourou a idade, subiu pro profissional e a gente tá trabalhando com toda atenção nele. É uma promessa, que teve sua oportunidade e vai mostrar o seu trabalho”, finalizou Gilberto.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *