Maior artilheira das Copas do Mundo, Marta celebra feito:

ADAURY VELOSO – O triunfo do Brasil por 1 a 0 sobre a Itália, nesta terça-feira, classificou a seleção às oitavas de final o Mundial Feminino e também foi histórico para Marta. Ao converter cobrança de pênalti aos 28 minutos do segundo tempo, chegou aos 17 em diferentes edições da competição, se tornando a maior artilheira das Copas, com um a mais do que o alemão Miroslav Klose.

“Muito feliz pela vitória principalmente. Quebrar recordes é algo que acontece naturalmente quando se dedica e se trabalha com amor. Dedico às mulheres. A gente representa todas elas e busca fazer o nosso melhor sempre”, afirmou Marta, eleita seis vezes a melhor do mundo e que marcou pela segunda vez neste torneio – seu outro gol havia saído na derrota por 3 a 2 para a Austrália.
Antes, Marta havia ficado de fora da estreia do Brasil no Mundial, a vitória por 3 a 0 sobre a Jamaica. Ainda sem estar nas melhores condições físicas, foi substituída durante a etapa final do confronto com a Itália, algo que também havia acontecido contra a Austrália, quando também havia conseguido um feito, se tornando a primeira atleta, entre homens e mulheres, a marcar em cinco edições diferentes da Copa.
“Digo que a gente está quebrando muitas barreiras, e esse recorde representa bastante, porque não é só a jogadora Marta, mas as mulheres. Em um esporte que ainda é masculino para muitos temos uma mulher como a maior artilheira das Copas. É para todas elas”, acrescentou.
Em uma chave bastante equilibrada, o Grupo C teve três seleções com seis pontos, sendo que o Brasil foi o terceiro colocado, ficando atrás, nos critérios de desempate, de Itália e Austrália. O adversário da seleção nas oitavas de final ainda não está determinado, mas vai ser a Alemanha, no sábado, ou a França, no domingo.
Independentemente do adversário, será uma seleção que avançou em primeiro lugar no seu grupo e com 100% de aproveitamento. Marta reconheceu que não será fácil para o Brasil derrotar o próximo rival, mas prometeu que a seleção estará pronta para o próximo desafio.
“O nosso próximo adversário vai ser uma pedreira, mas a gente está preparada para tudo. Mas em um campeonato como esse a gente não pode escolher adversário. E estamos prontas para enfrentar qualquer adversária”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *