Márcio Goiano vem buscando resgatar confiança do Náutico;

ADAURY VELOSO ;

NÁUTICO

Em primeiros treinos, técnico Márcio Goiano vem buscando resgatar confiança do Náutico

De acordo com o zagueiro Camacho, o novo comandante vem fazendo questão de elogiar a qualidade da equipe durante as movimentações;

Aos poucos, o técnico Márcio Goiano vai dando a sua identidade ao Náutico. E nos dois primeiros dias de trabalho à frente do elenco alvirrubro, mais do que esquema tático ou mudança de jogadores, o treinador vem enfatizando bastante a parte motivacional dos atletas. Escolhido como novo capitão da equipe, o zagueiro Camacho revelou que o novo comandante timbu vem procurando exaltar a qualidade do elenco e com isso resgatar a confiança do time, lanterna do Grupo A da Série C, com apenas quatro pontos.

O professor tem tentado resgatar a confiança que tínhamos no início do ano, nos momentos decisivos como a final do Campeonato Pernambucano e em momentos cruciais da Copa do Brasil, onde a gente tinha a confiança alta. E com a filosofia de trabalho dele, acredito que ele vai agregar muito nesse sentido”, destacou.
Segundo Camacho, a parte emocional do grupo vem merecendo atenção especial do treinador desde a sua apresentação junto aos atletas. “A primeira frase dele, no dia em que chegou, foi sobre a qualidade do nosso grupo. Disse que com temos tudo não só para para sair da zona de rebaixamento, mas para brigar pelo G4 e na sequência pelo acesso, que é o nosso objetivo principal. Ele tem dito isso também antes e durante os treinos e tem nos apoiado dando moral para cada jogador”, completou o defensor.
Porém, além do aspecto psicológico, outro ponto quem vem merecendo atenção especial de Márcio Goiano nos seus primeiros treinos é com relação à defesa, que já sofreu 12 gols em seis partidas na Série C. O número já é quase igual ao total de gols que o Náutico sofreu em toda a campanha do título pernambucano, quando teve a meta vazada 13 vezes, em 23 jogos.
“Como ele foi zagueiro (atuou no Sport entre 1997 e 1999) vem dando dicas e mostrando os atalhos do campo. Dando atenção especial ao setor. Trabalhando a nossa última linha, disciplinando a cobertura, a voz de comando e a compactação. Com a experiência dele, toda a parte defensiva tem muito a crescer”, elogiou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *