Milton Cruz mostra desejo por sua primeira vitória pelo Náutico e elogia Sport

ADAURY VELOSO;

Em duas partidas no comando do Náutico, o técnico Milton Cruz tem feito observações e as mudanças são gradativas. Na sua primeira vez no banco de reservas, o treinador não mudou quase nada. No seu primeiro clássico pelo Alvirrubro, já tentou dar a sua cara ao time. Enxergou evolução na equipe, mas acredita que vencer um clássico é importante para se consolidar.  Clássico é importante você ganhar. No primeiro jogo que fiz contra o Campinense, não mudei muito porque só tinha feito um único treino na véspera. Estou completando dez dias na equipe. Contra o Campinense, tivemos melhora. Contra o Sport, já mudei um pouco e também já tivemos evolução na parte tática e de jogo”, comentou.

A vitória não ocorreu no clássico passado, que, teoricamente, seria mais fácil porque o Sport atuou com o time reserva. Algo que Milton não lamentou, mas discordou sobre existir alguma vantagem em jogos deste tipo. Lembrou que em sua experiência como técnico interino no São Paulo já sofreu com rivais que atuaram com equipes não eram consideradas titulares. Foi só elogios aos atletas do Sport.

“Jogamos contra uma equipe alternativa, mas o São Paulo jogou contra uma equipe alternativa e levou de seis do Corinthians. Esse jogo vai ser igual no nível de dificuldade. O Sport tem grandes jogadores. O Diego Souza foi convocado, o Rithely é um jogador que todo mundo quer. O Rogério também que eu conheço. O Durval, que dispensa comentários. Ronaldo, Magrão, Samuel. É um time que requer respeito. Mas somos um time grande também e clássico é clássico. Espero que a gente saia com o resultado positivo.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *