, Milton Mendes pede maior cuidado com arbitragem.

ADAURY VELOSO = Depois do empate coral obtido no último lance em cobrança de falta do volante Charles, o técnico Milton Mendes colocou que a arbitragem pode ter sido capital para definir o resultado da partida entre Santa Cruz e Botafogo-PB. Isto se deve ao fato de que em jogadas acontecidas na segunda etapa, os corais reclamaram bastante de duas penalidades, em especial, uma sofrida pelo atacante Misael.

Achei que tivemos dois pênaltis, um sobre o Misael e outro que o jogador tocou no braço. É difícil. Tanto para nós quanto para o árbitro. Os árbitros desta divisão precisam ser mais ajudados. Eu serei uma voz a dizer que se tivéssemos um intercomunicador ou um VAR, o resultado seria diferente. Foi por isso que perdemos? Não! Mas a Série C precisa ser melhor vista. Um árbitro não pode ir para a Série C por ser castigado. Eles têm que ter as mesmas exigências que nós, técnicos e atletas, seja na Série A, B ou C, temos”, apontou o comandante coral.
Apesar disso, o treinador elogiou bastante o desempenho e a entrega da equipe coral ao longo do jogo. Segundo Milton, o gramado ruim por causa da grande chuva que caiu sobre o Recife, pode ter prejudicado a característica do seu time que é colocar a bola no chão.
“Eu acredito que foi pelo campo mesmo. O Augusto ia dar um tapa e a bola parava. O Jailson pegava, driblava e a bola batia na canela dele. Temos que estar preparados para tudo. Nós temos tentado jogar com uma equipe técnica. Se tivermos um gramado bom, temos grande chances, especialmente com a entrada do Kadu e com o Dudu jogando pelo meio. Para uma equipe que gosta de ter a bola, é fundamental ter um bom gramado. O fato é que nunca deixamos de tentar. Fomos a única equipe que colocou a bola no chão. Quando fizemos a terceira substituição é que eles entraram mais no jogo, mas em outras condições acho que teríamos vencido”, arrematou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *