Milton Mendes sai em defesa de Elias;

ADAURY VELOSO –

Treinador revelou que jovem atacante, de 19 anos, pediu para ser substituído ainda durante o primeiro tempo do jogo contra o Globo;  Momento antes da partida contra o Globo-RN, o técnico Milton Mendes perdeu o atacante Misael, que sentiu dores musculares no aquecimento. O escolhido para ser o substituto foi o garoto Elias, que não iniciava uma partida como titular desde às quartas de final da Copa do Nordeste, contra o CRB, no dia 6 de abril. No entanto, mal em campo, o jovem jogador acabou sendo substituído ainda no primeiro tempo.  Apesar disso, o comandante coral saiu em defesa do atleta.

De acordo com Milton Mendes, a escolha por Elias foi automática, já que o jogador era o substituto imediato da posição. Porém, ainda segundo o técnico, durante o primeiro tempo, o próprio atacante pediu para ser substituído devido a má atuação. Insegurança que seria resultado de uma pressão extra sobre o garoto.
“Elias é um garoto ainda. Com a saída do Misael optei por colocá-lo por ser o substituto imediato da posição e eu não queria mudar as características do time. E nós temos que valorizar o menino, que apesar de novo tem uma cabeça muito boa. Durante o jogo ele veio para mim e pediu para sair porque não estava bem no jogo. E eu disse que ele iria continuar porque eu confiava nele. E ele é um excelente jogador, mas é menino”, destacou.
“As vezes a gente coloca uma responsabilidade muito grande em cima dos meninos. E com menino a gente precisa ter carinho e mostrar o caminho. E a torcida tem que ter esse entendimento e não pressioná-los muito. Porque garoto ele tem que jogar com tranquilidade. Quando a pressão é muito grande eles não conseguem segurar”, completou.
Ao todo, na temporada, Elias soma 24 partidas pelo Santa Cruz, sendo 17 delas como titular. O atacante soma ainda quatro gols, sendo o último na vitória por 2 a 1 sobre o Sinop-MT, no dia 14 de fevereiro, ainda pela primeira fase da Copa do Brasil.
Ainda segundo Milton Mendes, a ideia de tirar Elias da partida só veio após o Globo abrir o placar. “Quando levamos o gol eu optei (pela substituição) porque não estava mais a procura de valorizar o atleta. Ai era a instituição que precisava ser defendida naquele momento. Foi quando eu optei pela entrada do Augusto. Mostra que estou fazendo as coisas com muito critério”, finalizou Milton Mendes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *