momento ruim do Náutico, Roberto Fernandes desabafa:

ADAURY VELOSO ;

NÁUTICO

Pressionado por momento ruim do Timbu, treinador desabafa: ‘Não estou inventando’

Treinador rebateu os críticos e argumentou que início ruim na Série C e fruto de problemas de lesões que estão atrapalhando escalação da equipe ;

Mais uma vez o técnico Roberto Fernandes teve uma semana complicada de treinamentos, com jogadores sendo entregues ao departamento médico. Após a lesão muscular do atacante Ortigoza, o Náutico corre o risco de perder também os zagueiros Breno Calixto e o zagueiro Rafael Ribeiro para o jogo deste sábado, diante do Confiança, na Arena de Pernambuco, o que obrigará o treinador a ter que improvisar no setor, como já vem ocorrendo na lateral direita, sem Thiago Ennes e Bryan, ambos também lesionados. Volume de problemas que fez o comandante alvirrubro desabafar nesta sexta-feira.

Antes mesmo de começar a coletiva de imprensa, o treinador, munido de uma prancheta, rebateu alguns críticos e garantiu que não vem “inventando” nas escalações da equipe. Para Roberto Fernandes, as criticas estão sendo baseadas apenas nos resultados da equipe, que nas três primeiras rodadas da Série C soma apenas um ponto e está na lanterna do Grupo A, sem levar em consideração, os problemas que vem acumulando. Nas redes sociais, o treinador começa a ter sua demissão pedida por alguns torcedores.
“As vezes se faz uma determinada crítica sem saber exatamente das coisas, simplesmente pela escalação e não o porquê da escalação. Tudo tem uma causa. O futebol pernambucano, em termos nacionais, está com dois clubes grandes na Série C e em um passado não muito distante tinha três na Série A. Acho que todo mundo tem uma parcela de contribuição para isso dentro da sua área. Muitas vezes a critica só vem porque o momento não é bom para se tentar gerar uma mudança. Eu não sei até onde é um desserviço”, começou.
“O Náutico vem desde o final do Pernambucano tendo sérios problemas para se administrar. A gente buscou reforçar a equipe e esses reforços obviamente não chegaram aptos a jogar. E a gente está tendo a obrigação de antecipar estreias, com os atletas não estando na sua melhor condição. Além disso estamos tendo muitas lesões. Isso é reflexo do número de jogos que o Náutico vem fazendo ao longo da temporada. Muitas vezes a gente não tem nenhuma opção. Com isso, qualquer atleta que eu escolher é uma opção de risco. E quando o resultado não vem se coloca que o treinador está inventando. Eu não estou inventando. Estou trabalhando aqui pra caramba”, pontuou.
Ainda durante o seu desabafo, Roberto Fernandes mais uma vez enfatizou que não existe nenhum problema interno de relacionamento dentro do elenco. E muito menos com a comissão técnica. “Não existe problema de comissão com o elenco e do elenco para com o elenco. O que existe é momento de dificuldade. Toda equipe passa por isso. Se eu tenho à disposição o Thiago Ennes ou Bryan e escalo na lateral o Luis Henrique, o Rogerinho ou o Medina ai cabe espaço para questionamento. Mas eu não tenho nenhum de oficio, não só na lateral, mas também em outra posição, e ai tenho que partir para o jogador que tenha a capacidade mais próxima de desempenhar a função que aquela posição exige. E se o resultado não vem o treinador está inventando? Não é assim que a coisa funciona. Mas a prancheta está aqui”, afirmou.
Caso não conte realmente com Breno Calixto e Rafael Ribeiro, o treinador alvirrubro tem a opção de recuar Negretti para a zaga abrindo espaço para o prata da casa William Gaúcho no meio de campo. Na lateral direita, as opções são Medina e Luiz Henrique. Já o atacante Lelê deve ser utilizado no meio de campo, com Wallace Pernambucano de centroavante e Dudu estreando como atacante aberto pelas pontas.
Assim, uma provável escalação do Náutico para a partida passa por: Bruno; Medina (Luiz Henrique), Breno Calixto (Negretti) e Tiago Costa; William Gaúcho (Negretti), Jonathan e Lelê; Rafael Assis, Wallace Pernambucano e Dudu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *