Copa do Brasil, técnico do Sport pede atenção e respeito a rival

ADAURY VELOSO;  Apesar do abismo financeiro e técnico que existe entre Sport e Sete de Setembro, de Dourados-MS, o técnico rubro-negro deixou de lado o rótulo de favorito e pregou respeito ao adversário desta quarta-feira, na Ilha do Retiro, pela segunda fase da Copa do Brasil. Nem o fato do rival ser o atual lanterna do Campeonato Sul-Matogrossense, com apenas dois pontos em três jogos, fez com que o comandante rubro-negro mostrasse uma certa tranquilidade com o confronto. Para Daniel, o fato da classificação ser disputada em jogo único diminui a margem de erros da sua equipe e, com isso, aumenta as atenções. Tanto que utilizará força máxima para o confronto.

“Sabemos que o adversário é inferior em termos de camisa, mas vem com certeza com muita vontade de vencer. Eles também não passam por um momento interessante, mas são os atuais campeões estaduais. Além disso, eliminaram na primeira fase o River-PI, que vem em uma boa trajetória na temporada. Por isso é um rival que merece cuidado. Mas sabemos da nossa responsabilidade de vencer o jogo e avançar de fase”, pontuou Daniel Paulista.

Ainda seguindo o discurso da cautela, o treinador leonino lembrou que, na primeira fase, algumas equipes tradicionais do futebol brasileiro foram eliminadas por clubes de menor expressão. O próprio Náutico caiu para o Guarani de Juazeiro-CE. Situações que servem como exemplo.

“Nessas duas primeiras fases, com um jogo só, qualquer erro pode ser fatal. Até mesmo um erro de arbitragem, que pode custar uma classificação. Nesse regulamento, não há uma chance de recuperação em uma segunda partida. Por isso, temos que encarar esse jogo com muita seriedade e com a cabeça no lugar para que possamos vencer e seguir para a próxima fase”, encerrou Daniel Paulista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *