Náutico, atacante Erick acumula 15 partidas sem marcar;

ADAURY VELOSO =

Atacante alvirrubro nunca ficou tanto tempo sem balançar as redes atuando por clubes brasileiros desde que se profissionalizou em 2017; Uma das maiores máximas do futebol é a de que atacante tem que fazer gol. Porém, esta não é a realidade que vem se apresentando no desempenho de Erick, atacante do Náutico, contratado no início do ano como uma das esperanças de conduzir o Timbu no Estadual, na Copa do Nordeste e na campanha em busca do à Série A do Brasileiro.

Desde que chegou ao clube para sua segunda passagem, emprestado pelo Braga, o atacante disputou 17 jogos e marcou apenas em uma oportunidade, contra o Petrolina, pela segunda rodada do Campeonato Pernambucano. Desde então lá se vão 15 jogos, maior sequência negativa em sua trajetória por clubes brasileiro, desde que se profissionalizou em 2017, pelo Timbu. Com isso, o avançado, de 22 anos, vem sendo bastante criticado pela torcida.
Apesar dos números ruins, o ponta é constantemente elogiado pelo técnico Gilmar Dal Pozzo por suas qualidades e entrega dentro de campo. Desde o reinício dos treinos, Erick vem atuando pelo lado esquerdo devido a chegada do também prata da casa Thiago.
“Agora, o Erick vem atuando pelo lado esquerdo e está fazendo um ótimo trabalho sem bola, jogando coletivamente. Contra o Central, ele saiu chateado com o seu desempenho. Não queria sair. Ele se cobra muito na parte de finalização e acho que no jogo deu uma resposta muito boa”, defendeu o treinador.
Durante a paralisação das competições devido à pandemia da Covid-19, o atacante  foi alvo de extensa negociação entre o clube pernambucano e o Braga, detentor de seus direitos econômicos para ter se vínculo com o Náutico renovado por mais um ano, algo que se concretizou no início de julho. Pelo Náutico, em suas duas passagens, Erick soma 58 partidas disputadas e 13 gols marcados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *