Náutico bate Globo-RN e deixa a lanterna da Série C;

ADAURY VELOSO ;

NÁUTICO

Na estreia do técnico Márcio Goiano, Náutico bate Globo-RN na Arena e deixa a lanterna

Alvirrubros chegaram aos sete pontos e apesar de ainda estarem na zona de rebaixamento, estão a apenas três do Botafogo-PB, time que fecha o G4;

Na estreia do técnico Márcio Goiano, o Náutico não apresentou uma grande evolução no seu futebol. Porém, ao menos, voltou a vencer na Série C, com direito a sair da lanterna do Grupo C. Com um gol do artilheiro Ortigoza, no primeiro tempo, e outro do volante Jonathan, já nos acréscimos do segundo, o Timbu bateu o Globo-RN por 2 a 0 neste domingo, em uma Arena de Pernambuco esvaziada devido não só a campanha do time, mas também pela crise de abastecimento de combustível que afeta o País em decorrência da greve dos caminhoneiros.
Com o resultado, os alvirrubros chegam aos mesmos sete pontos do próprio Globo e também do Remo, levando vantagem nos critérios de desempate para a equipe potiguar e perdendo para os paraenses. Porém, apesar de estar na 9ª colocação e ainda na zona de rebaixamento, o Timbu está a apenas três pontos do Botafogo-PB, quarto colocado e time que fecha a zona de classificação às quartas de final.

O jogo

Em sua primeira partida a frente do Náutico, e ciente da situação delicada do time na Série C, Márcio Goiano mandou a campo uma formação extremamente ofensiva, tendo apenas o volante Jonathan como homem de marcação no meio de campo, que foi formado ainda com Dudu e o prata da casa Luiz Henrique. No ataque, o trio Lelê, Robinho e Ortigoza. Porém, na prática, a estratégia não funcionou.
Com a equipe muito espalhada em campo, e os jogadores atuando muitos distantes um dos outros, o Náutico criou pouco durante toda a etapa, com Ortigoza sendo pouco acionado. Erros de passe também prejudicaram o Timbu, com Lelê reinando no quesito. Além disso, exposta, a defesa também cedia espaços. Sorte do Náutico que do outro lado o Globo também apresentava muitas limitações, tendo no atacante Romarinho seu único destaque.
Assim, o primeiro lance de perigo do Náutico só veio aos 16 minutos, com Robinho chutando cruzado, para fora. Depois, um longo hiato de inoperância ofensiva até os 33. Mas quando voltou a atacar, o Timbu funcionou. Ou melhor, Ortigoza voltou a fazer a diferença. Com oportunismo e bem colocado, o paraguaio escorou para as redes após bate-rebate na área, com direito ao goleiro Camilo fazer grande defesa em cabeçada de Robinho.
Com a vantagem no placar, o Náutico enfim passou a ser melhor na partida. E só não desceu para os vestiários com um placar maior graças a nova boa intervenção de Camilo, em cabeçada de Robinho, após cruzamento primoroso de Ortigoza.

Segundo tempo

No retorno para a etapa final, Márcio Goiano não fez nenhuma modificação. E no embalo da reta final do primeiro tempo, o Náutico seguiu melhor. Tanto que com menos de dez minutos, chegou duas vezes com chances de ampliar. A primeira em chute de fora da área de Luiz Henrique. A segunda, com Ortigoza chutando fraco, após bela enfiada do prata da casa, pelo meio da defesa potiguar.
Aos 18 minutos, já querendo proteger o resultado, Márcio Goiano deu mais poder de marcação ao Timbu com a entrada do volante Negretti na vaga de Luiz Henrique. Pouco tempo depois, foi a vez de Júnior Timbó entrar na vaga de um vaiado Lelê.
Assim, sem conseguir criar mais chances de ampliar, porém também não passando por maiores sustos, o Náutico foi administrando a partida.E ainda ampliou aos 46 minutos, com o Jonathan, após contra-ataque puxado por Wallace Pernambucano. Gol que tirou o time da lanterna.

Ficha do jogo

Náutico 2
Bruno; Thiago Ennes, Camutanga, Camacho e Tiago Costa; Jonathan, Luiz Henrique (Negretti) e Dudu; Lelê (Júnior Timbó), Ortigoza (Wallace Pernambucano) e Robinho. Técnico: Márcio Goiano
Globo-RN 0
Camilo; Geovane, Victor, Jamerson e Diego; Galiardo (João Victor), Reinaldo (Erick), Vanger (Renatinho Potiguar) e Jean Natal; Alex Sandro e Romarinho. Técnico: Fernando Tonet.
Local: Arena de Pernambuco
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro (SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani e Fabrini Bevilaqua Costa (ambos de SP)
Gols: Ortigoza (33 min do 1º tempo) e Jonathan (46 min do 2º tempo)
Cartões amarelos: Luiz Henrique, Negretti, Ortigoza (N) e Giovane (G)
Público: 1.305
Renda: R$ 6.570

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *