Náutico é punido com a perda de um mando de campo por confusão no jogo contra o Oeste

Adaury veloso;

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou e puniu o Náutico com a perda de um mando de campo, nesta sexta-feira (9), além da multa de R$ 10 mil. O Timbu foi condenado devido à confusão na partida contra o Oeste, na última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Vários torcedores invadiram o gramado da Arena de Pernambuco e foram detidos pela Polícia Militar.

A identificação dos torcedores ajudou o clube no julgamento e a punição pode ser considerada, até certo ponto, branda. Com a determinação do STJD, o Náutico terá de jogar a primeira partida como mandante na Série B de 2017 a 100 km do Recife.

“Queremos sempre o máximo, que é absolvição. Conseguimos com relação à invasão de campo em que todos foram identificados. Mas teve um arremesso de objeto que atingiu um atleta do Oeste e pesou na condenação na perda do mando de campo e a multa de R$ 10 mil. Agora, vou falar com a diretoria do Náutico para saber se vamos recorrer da decisão”, explicou o advogado Oswaldo Sestário.

O Timbu foi julgado no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que responsabiliza os clubes por invasões e objetos jogadores no gramado durante as partidas. A punição poderia chegar até dez jogos de perda de mando de campo e R$ 100 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *