Náutico é salvo pelo talento de Erick e vence o Central

Adaury veloso;

Pelos elencos, jogadores e diferencial financeiro, o Náutico era favorito em Caruaru no duelo contra o Central. O Timbu confirmou o favoritismo e venceu por 1 a 0, mas a partida foi longe de ser calma para o Alvirrubro. Foi necessário que a Patativa perdesse chances incríveis e o talento individual de Erick aflorasse para que os três pontos fossem conquistados no duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Pernambucano.
O gramado poderia ser uma desculpa plausível para o mau futebol do primeiro tempo apresentado pelas duas equipes. Porém, na realidade, o que faltou foi qualidade técnica e organização dos dois lados. Quando algo era produzido, os times desperdiçaram as chances que foram claras.
Pelo lado do Central, Vágner Rosa e Gildo deixaram de abrir o placar praticamente dentro da pequena área. A melhor chance foi a de Gildo que, com Tiago Cardoso caído no chão, errou a bola e ainda caiu após chutar o vento. O Náutico não deixou por menos. Giva teve chance clara também dentro da área e mandou para fora. Lances dignos de um primeiro tempo que foi uma lástima.
Na segunda etapa, os dois técnicos decidiram mudar e coincidentemente Giva e Gildo, os destaques negativos, saíram no intervalo. Dado Cavalcanti colocou o garoto Erick para tentar incendiar o jogo. Não surtiu efeito imediato. Dezoito minutos mais tarde, foi a vez de Alison sair para Anselmo ter nova chance no ataque. Desta vez, nada de gol no fim do jogo para o camisa 9. As equipes mantiveram o mesmo ritmo do primeiro tempo e a partida ficou ao menos um pouco mais aberta e novas chances apareceram. O problema é que os atacantes preferiram dificultar.
Pelo lado do Central, Anderson Lessa poderia ter marcado após Tiago Cardoso falhar errando na saída do gol. Do lado alvirrubro, Jefferson Nem ficou cara a cara com o goleiro e desperdiçou. Só uma jogada individual poderia mudar algo na partida e ela surgiu. Erick driblou dois adversários, dançou na frente do terceiro defensor e viu Maylson na segunda trave. Cruzou com perfeição e o meia cabeceou para o fundo das redes. O necessário para salvar o Timbu de um vexatório empate.
Agora, Dado cavalcanti terá muito trabalho para fazer o time esquecer esta partida e se preparar o Clássico das Emoções pela Copa do Nordeste, no próximo sábado.
Ficha do jogo
 
Central
Murilo; Sanny, Marlon, Thomás e Altemar; Paulinho, Vagner Rosa (Luis Carlos, aos 18’ do 2ºT), David Manteiga e Ailton; Anderson Lessa e Gildo (Cleitinho, no intervalo). Técnico: Laelson Lima.
Náutico
Tiago Cardoso; Joazi, Tiago Alves, Ewerton Páscoa e Manoel. João Ananias, Rodrigo Souza (Cal, aos 32’ do 2ºT) e Maylson; Jefferson Nem, Giva (Erick, no intervalo) e Alison (Anselmo, aos 19’ do 2ºT). Técnico: Dado Cavalcanti.
Data: 1/2/2017
Estádio: Antônio Inácio, em Caruaru.
Árbitro: José Woshington da Silva
Assistentes: Ricardo Bezerra Chianca e Bruno César Vieira
Gols: Maylson (35’ do 2ºT)
Cartões amarelos: Ailton e Sanny(CEN); Giva, Rodrigo Souza e Anselmo (NAU)
Público: 2.060
Renda: R$ 33.600,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *