Náutico fecha treino;

ADAURY VELOSO ;

Roberto Fernandes confirmou que a tendência é manter a base da equipe ;

O técnico Roberto Fernandes fechou o treino do Náutico nesta quinta-feira, mas a equipe que enfrentará o Guarani, neste sábado, às 16h30, no estádio Luiz Lacerda, em Caruaru, não deve ter grandes mudanças. O próprio treinador adiantou que o objetivo é manter a base que vem atuando. Só não vai atuar quem realmente não estiver à disposição.

O Náutico sofreu principalmente com péssimas notícias de lesões sérias em jogadores que vinham sendo titulares. Primeiro, o atacante Rafael Oliveira, recém-contratado, teve constatada a contusão no joelho. Depois, foi a vez de Gilmar, com o mesmo problemas. Os dois só retornam em até oito meses. Para completar, Roberto Fernandes aguardava a liberação de duas peças que poderiam ajudar bastante: o lateral-esquerdo Henrique Ávila e o zagueiro Léo Carioca. Os dois, porém, não foram liberados e seguem de fora, para o lamento do treinador.
“Tem uma coisa quando você está num momento onde pouca coisa dá certo, que é preservar o que está dando certo. Então o Náutico de vitórias em casa e a última delas foi contra o Boa. Se eu tivesse todos os jogadores à disposição, o time seria o mesmo dessa partida, sem mudar nada. Mas, como não tenho todos à disposição, estou sem o Léo (Carioca) e o Ávila, que continuam vetados, vou procurar substituir com jogadores que melhor se assemelhem a esses”, afirmou Roberto Fernandes.
Um ponto chave para o técnico é a lateral esquerda. O desempenho do prata da casa Manoel vem sendo questionado e a falha no último jogo com o Goiás deixou a situação quase insustentável para o jogador, apesar da sua juventude. Apesar disso, faltam opções e Roberto Fernandes não tem uma outra peça para escalar. Uma das alternativas seria puxar o meiocampista Miranda para o setor, mas o treinador deixou claro que o rendimento dele em sua real posição não compensa um deslocamento.
“Entre resolver um problema, que é a desconfiança do Manoel na lateral, com outro problema, que é tirar o Miranda do meio, perco menos em manter Manoel na lateral. É um jogador que oscila, mas alternou bons jogos”, analisou Roberto Fernandes. “Tenho elenco enxuto, jovem, sem opções, então, se eu for tirar do time todo mundo que joga mal…”
Assim, o time do Náutico que enfrentará o Guarani deve ser o testado no treino da última quarta-feira. A equipe seria: Jefferson; Sueliton, Aislan, Feliphe Gabriel e Manoel; Amaral, Diego Miranda, Rafinha e Giovanni; Dico e William.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *